3.

Fonte: UEFA

SL Benfica 2-3 FC Porto (2011-2012) – Vítor Pereira era quem estava no comando e sabia bem como era vencer o SL Benfica na sua casa, mas como treinador adjunto de André Villas Boas. Na jornada 21, o clássico era muito prometedor – as duas equipas estavam empatadas no topo da Primeira Liga com 49 pontos e a vitória seria muito importante para as contas finais do título. O jogo foi um autêntico carrossel, uma vez que o FC Porto começou por marcar logo aos sete minutos por intermédio de Hulk, mas o SL Benfica conseguiu ficar por cima pouco depois do intervalo com um bis de Cardozo. James Rodríguez foi quem desbloqueou o jogo para o lado da turma de Vítor Pereira fazendo o empate e Maicon, de cabeça, deu os três pontos à equipa portista. Nesse ano, o FC Porto voltaria a erguer a taça de campeão da Primeira Liga.