4.

Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Vincent Aboubakar – Um verdadeiro caso de estudo. Aqui está um exemplo de um profissional fora de série. São raras as vezes em que Aboubakar jogou pelo FC Porto (e é um jogador internacional e com nome). Mesmo assim, continuou empenhado a 100% e sentiu o clube e todos os momentos do jogo como se de um intérprete se tratasse. 204 minutos foi o tempo que Aboubakar esteve dentro das quatro linhas.

É no mínimo curioso para um jogador que esteve no plantel desde o início da temporada. As lesões e a falta de ritmo competitivo podem ser uma das explicações para esta escassa utilização. Por outro lado, o avançado camaronês também assistiu a uma ascensão de um menino chamado Fábio Silva. A situação complicou-se, mas o bis frente ao BSC Young Boys ninguém lhe tira!