Fonte: Facebook oficial de Paulo Sousa
Fonte: Facebook oficial de Paulo Sousa

Enquanto futebolista, Paulo Sousa foi um dos melhores médios da história recente do futebol português. Sempre foi um jogador impressionante sob o ponto de vista técnico, mas o que mais impressionava eram as suas qualidades ao nível do posicionamento, leitura do jogo e tomada de decisão. Para o papel de treinador Paulo Sousa parece ter transposto todas essas qualidades, pelo que assistir a jogos da ACF Fiorentina é uma experiência verdadeiramente apaixonante. Depois de ter sido campeão no FC Basel, de ter conduzido o clube aos oitavos de final da Liga dos Campeões e, sobretudo, de ter criado uma equipa que jogava “como um grande” independentemente de quem fosse o seu adversário, com qualidade em todos os momentos do jogo, em Itália o cenário não foi muito diferente. Tal como Sérgio Conceição, Paulo Sousa parece ter preferência pelo 4x4x2, sendo essa a estrutura a partir da qual a ACF Fiorentina partia para o jogo. A equipa jogava olhos nos olhos com qualquer que fosse o adversário, procurando sempre dominar o encontro a partir do primeiro minuto por via de um futebol apoiado e com muita posse de bola. Porém, em alguns momentos faltava rigor defensivo razão pela qual, provavelmente, esta época a equipa não conseguiu repetir a fantástico 5º lugar alcançado na temporada transata.

Comentários