A CRÓNICA: EMOÇÃO GUARDADA PARA O FINAL

O Belenenses SAD recebeu o Gil Vicente FC, no estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, em partida a contar para a sexta jornada da Primeira Liga. A formação orientada por Petit, que entrou para este encontro na última posição da tabela classificativa, procurava a primeira vitória no campeonato, ao passo que o Gil Vicente ambicionava o regresso aos triunfos.

Anúncio Publicitário

A equipa de Barcelos entrou melhor na partida, sendo a formação mais perigosa perto da baliza adversária, obrigando, até, o guardião Luiz Felipe a uma grande intervenção, ainda dentro dos primeiros cinco minutos de jogo. Com o correr do relógio, o jogo foi-se tornando cada vez mais tático, com muitos duelos, mas com um Gil Vicente ligeiramente superior, mostrando-se como a equipa mais assertiva junto da baliza adversária. Ainda assim, ao intervalo, as equipas recolheram-se aos balneários com o resultado inalterado.

No segundo tempo, o Gil Vicente voltou a entrar melhor, estando novamente perto do golo, mas tanto Luiz Felipe como a defesa do Belenenses foram capazes de impedir que a bola abanasse as redes da sua baliza. Os azuis mantiveram-se fiéis ao seu estilo de jogo, mantendo uma coesa organização defensiva, e continuando a tentar ferir o adversário no contragolpe, contando com a muralha que o guarda-redes Luiz Felipe vinha mostrando ser. E quando menos se esperava, apesar da superioridade gilista, da única vez que a formação da casa conseguiu chegar com perigo à baliza oponente, conseguiu marcar, inaugurando o marcador à passagem do minuto 83’, num lance um pouco infeliz para o guarda-redes Frelih, que após um cabeceamento de Safira, teve o infortúnio de colocar a bola na própria baliza, depois de bater na trave. Ainda assim, haveria mais emoção guardada para o final, com o Gil Vicente a chegar ao empate aos 90+2’, num lance de bola parada finalizado por Aburjania.

Assim, com este empate, o Belenenses SAD mantém-se na última posição da tabela classificativa, com três pontos, enquanto o Gil Vicente sobe provisoriamente ao sexto lugar, com oito pontos.

 

A FIGURA

Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede
Luiz Felipe – O guarda-redes do Belenenses SAD foi, sem dúvida, a figura do encontro, ao fazer várias excelentes defesas ao longo do encontro, num jogo que, se não fosse pela sua exibição, podia muito bem ter permitido ao Gil Vicente sair do estádio Dr. Magalhães Pessoa com os três pontos.
O FORA DE JOGO

Fran Navarro – O avançado vinha para este jogo depois de algumas boas exibições, nomeadamente no último encontro frente ao FC Vizela, jogo no qual bisou, mas nesta partida pouco ou nada se viu do jogador espanhol.

 

ANÁLISE TÁTICA – BELENENSES SAD

A equipa orientada por Petit apresentou-se num sistema tático base em 3-4-3, transformando-se em algo como um 5-3-2 em organização defensiva. Com o guarda-redes Luiz Felipe em grande destaque, a formação de Belém apostou no contra-ataque e transições ofensivas rápidas como arma para tentar ferir o adversário. Muito coesa e organizada defensivamente, foi capaz de suster a maior parte das investidas atacantes do adversário, com o seu guarda-redes em grande destaque, mas acabou por sofrer de bola parada, momentos esses que foram determinantes nesta partida.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Luiz Felipe (8)

Tavares (6)

Danny (7)

Tomás Ribeiro (6)

Carraça (6)

César Sousa (7)

Sithole (6)

Akas (6)

Teixeira (6)

Safira (8)

Camacho (6)

SUBS UTILIZADOS

 Camará (6)

Ndor (7)

Boni (6)

Phete (7)

 

ANÁLISE TÁTICA – GIL VICENTE FC

Já os comandados de Ricardo Soares perfilaram-se em campo num dispositivo tático base de 4-3-3. Com um futebol de posse e vertical, os gilistas foram a equipa que mais se destacou, especialmente a nível ofensivo, mas faltou alguma eficácia. Fran Navarro, a referência na frente de ataque da equipa mostrou-se algo apático na partida, tendo tido, na minha opinião, pouca influência no jogo.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Frelih (6)

Zé Carlos (6)

Ferrugem (7)

Fernandes (6)

Talocha (6)

Fujimoto (7)

Carvalho (6)

Pedrinho (7)

Aouacheria (6)

Navarro (6)

Lino (7)

SUBS UTILIZADOS

Murilo (6)

Hanne (6)

Santana (6)

Aburjania (7)

 

BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

Belenenses SAD 

BnR: O Belenenses SAD tem-se mostrado uma equipa bem organizada e coesa, mas tendo em conta que, nesta fase da época, é o pior ataque do campeonato, o que é que está a faltar à equipa para que faça mais golos?

Petit: Vamos voltar à época passada. A equipa perdeu a sua linha ofensiva, perdemos muitos jogadores no mercado e recebemos alguns jogadores novos. As rotinas e as dinâmicas aparecem, não estou preocupado com isso. Neste momento estamos a fazer uma mini pré-epoca para os jogadores que chegaram, temos que dar tempo aos jogadores novos para se entrosarem com a equipa. Vamos continuar a trabalhar para melhorar, não só ao nível ofensivo, mas também defensivamente.

 

Gil Vicente FC

BnR: O Gil Vicente dispôs das melhores oportunidades da partida e pecou um pouco na finalização. Acha que, tendo em conta as oportunidades criadas, a sua equipa devia ter saído deste encontro com a vitória?

Ricardo Soares: Sim, claramente, fizemos mais que suficiente para vencer o jogo. A primeira parte foi equilibrada, tivemos duas boas oportunidades para marcar, estivemos ligeiramente superiores. Na segunda parte fizemos um jogo de grande qualidade, o futebol tem destas coisas, o Belenenses nem saía da sua área, devíamos ter feito mais. Ainda assim, fizemos um grande jogo e tenho um grande orgulho em treinar esta equipa, estes grandes homens e jogadores.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome