Cabeçalho Seleção Nacional

A meio de uma bela tarde de domingo, o sol misturava-se com as águas do Tejo, proporcionando um cenário magnífico para quem se instalava nas bancadas do estádio do Restelo e para os protagonistas do encontro.Em campo, duas equipas que já haviam segurado a manutenção, com os mesmos pontos, com o Belenenses em 10º lugar e o Feirense em 11º. Duas equipas em momentos distintos, que lutavam pelos três pontos de forma a alcançar o nono lugar, ocupado pelo Boavista.

No duelo entre azuís, as duas equipas demonstravam que queriam a vitória, com uns cinco minutos iniciais muito bem disputados, com muito ritmo, com as duas equipas apostando tudo nas transições rápidas, fazendo antever uma boa partida de futebol. O Belenenses, aos poucos ia conseguindo impor o seu futebol, perante um Feirense expectante e que procurava criar perigo sobretudo através de transições rápidas através dos seus jogadores da frente.

Aos 16 minutos, num lance algo caricato, em que Vaná Alves fica a meio caminho, Ortuño foi oportunista e antecipou-se ao guarda-redes dos fogaceiros, fazendo assim o primeiro golo do jogo. Depois do golo do Belenenses viveu-se um momento de indefinição na partida, com ambas as equipas a cometerem muitos erros com e sem bola. O Feirense ainda tentou responder mas sem grande sucesso e minutos depois o Belenenses voltava a assumir as rédeas do jogo, criando alguns lances de perigo com Vaná Alves de novo em evidência, pelos piores motivos.

Até final da primeira parte, o Belenenses teve algumas oportunidades para voltar a fazer golo mas os avançados da equipa da Cruz de Cristo foram algo displicentes e o resultado iria permanecer igual até ao intervalo.

Anúncio Publicitário
Fonte: CD Feirense
Fonte: CD Feirense

No regresso dos balneários, o Feirense tentava mostrar maior assertivididade e aos poucos, com alguma paciência, conseguia furar a defesa bem montada do Belenenses. O jogo estava morno, com o Belenenses a defender a sua vantagem e o Feirense a tentar, sem grande consequência, chegar ao empate. Perante o maior caudal ofensivo do Feirense, o técnico do Belenenses retirou Ortuño, autor do golo e colocou André Sousa para ajudar a cimentar o meio-campo da equipa de Belém mas o Feirense ia conseguindo responder bem e aos 57 minutos, consegue ter uma oportunidade flagrante para empatar a partida que Luís Machado desperdiçou.

Depois de alguns minutos com o Feirense a ter um claro ascendente na partida, o Feirense acabaria por chegar ao empate aos 68 minutos. Numa boa jogada coletiva da equipa fogaceira, Edson Farias atirou a contar para o primeiro golo do Feirense, golo que já se justificava com a boa segunda parte de Santa Maria da Feira.

Depois do golo, o jogo viveu de novo alguma indefinição. Apesar disso, a equipa da casa,sobretudo, através de  lances de parada ia conseguindo assustar Vana Alves.

Já perto do final da partida, grande penalidade para a equipa de Santa Maria da Feira, após uma bola na mão dentro da grande área. Na cobrança do penalti, Peter Etebo não vacilou e conseguiu assim a reviravolta para a equipa de Nuno Manta Santos, que continua a escalar na tabela classificativa e que assumiu assim o nono lugar da tabela classificativa, ultrapassando Belenenses e Boavista. Até final, o Feirense limitou-se a defender a vantagem conseguindo carimbar a vitória, novamente nos minutos finais da partida.

 

Foto de Capa: Bola na Rede