Anterior1 de 4Próximo

Cabeçalho Futebol NacionalPrimeira parte de fraco futebol no Restelo, num estádio com muita gente afeta ao Vitória. Os adeptos da equipa de Setúbal tiveram mesmo a única oportunidade de festejar, nesta primeira parte, e saíram para o intervalo com vantagem no marcador.

O lance começou com um ataque muito displicente da equipa do Belenenses, que acabou por perder a bola e isso resultou num contra ataque da equipa forasteira. Nuno Santos conduziu a bola, fez um passe a rasgar para Edinho e o avançado português rematou cruzado, sem hipóteses para Cristiano. 

Vantagem justa do Vitória ao intervalo, no único lance de verdadeiro perigo que se registou nos primeiros 45 minutos de jogo.

A segunda parte começou praticamente com um golo do Vitória. Livre para os sadinos, após falta sobre Edinho e com o internacional português a marcar de cabeça após o livre de João Amaral. O marcador apontava 0-2 e a equipa do Restelo ficava com ainda menos margem de manobra no encontro. 

O Vitória continuou por cima do jogo e teve dois golos anulados quase de seguida, sendo que o primeiro foi anulado a Zé Manuel e o segundo a Edinho, ambos por alegado fora de jogo.

Muitos adeptos do Vitória entre os 3829 espetadores
Muitos adeptos do Vitória entre os 3829 espetadores

O jogo manteve-se com a equipa de Setúbal mais dominante e por cima da partida, mas foi a equipa de Belém quem marcou. Tiago Caeiro correspondeu da melhor maneira a um cruzamento de Juanto, com uma espécie de pontapé de bicicleta, não dando quaisquer hipóteses a Bruno Varela.

O golo animou os adeptos do Belém e a equipa, que logo depois podia ter marcado por Fábio Nunes. Apesar de passarem a dominar o jogo, os azuis do Restelo não conseguiram o golo da igualdade, terminando o jogo 1-2, numa vitória justa dos sadinos.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários