Anterior1 de 4Próximo

A equipa do Desportivo das Aves entrou fulminante em jogo e conseguiu encontrar um bom ritmo de jogo contra um Rio Ave que acabou por sofrer mais uma derrota em casa.

Rio Ave FC e CD Aves defrontaram-se este domingo, no Estádio dos Arcos, em jogo a contar para a 27.ª jornada da Primeira Liga. A formação visitante venceu a partida que ficou marcada pela consistência da equipa de Augusto Inácio.

O Desportivo das Aves entrou pressionante e logo nos minutos iniciais dispôs de uma grande oportunidade de golo. Vítor Gomes encontrou-se no centro da área com tempo para tudo, mas não conseguiu concluir da melhor maneira o lance.

Os primeiros minutos da partida foram de muita garra e luta no meio-campo. Ambos os conjuntos tentavam passes de rotura que acabavam por ser intercetados, algo que evidenciou a atenção e o foco com que os jogadores entraram em campo.

Galeno, do lado do Rio Ave FC, e Luquinhas, do lado do CD Aves, mostraram-se como os jogadores mais desequilibradores em campo. Conseguiam pegar no jogo e fazer a equipa subir no terreno e foram, ambos, protagonistas de momentos bonitos de Futebol.

À passagem da meia hora de jogo, foi o Desportivo das Aves que, mais uma vez, conseguiu chegar com perigo à baliza de Leo Jardim. Livre batido na esquerda e Fellipe, sozinho, cabeceou mal para fora.

Após este segundo sinal de perigo do CD Aves, o Rio Ave conseguiu reagir e começou a pressionar mais a equipa visitante. De destacar um remate de Diego para defesa difícil de Beunardeau, para a frente.

Num lance confuso na área da equipa vilacondense, com a bola a circundar com perigo toda a grande área, o clube das Aves conseguiu obter uma grande penalidade: saída escusada de Leo Jardim dos postes a rasteirar Luquinhas, quando a bola se aproximava já da linha final.

A primeira parte acabou num tom algo monótono, sem chances de perigo, muitas interrupções e um jogo muito denunciado. Ambas as equipas precisavam do intervalo para refrescar as ideias.

Luquinhas finta dois adversários
Fonte: Liga Portugal

Com o início da segunda metade do jogo, chegou mais magia de Luquinhas pelo lado esquerdo do ataque do CD Aves, a causar muitas dificuldades à defensiva da casa. De assinalar um bom passe para o centro da área, onde estava Vítor Gomes . que rematou por cima.

O Rio Ave conseguiu, por intermédio de Said, com um remate, obrigar Beunardeau a uma defesa complicada. Numa altura em que Daniel Ramos mexe na equipa – entra Nuno Santos para o lugar de Said -, a substituição demonstrou descontentamento por parte do treinador com as dinâmicas ofensivas da equipa.

Nuno Santos aproveitou o primeiro lance que teve para criar bastante perigo. O jogador português conseguiu trabalhar bem na direita e passar para Galeno, que remata e fica, em seguida, a pedir grande penalidade por mão de Diego Galo.

Com a obrigação de dar a volta ao resultado, o Rio Ave ia tomando conta da bola. O Desportivo das Aves limitou-se a esperar pelo erro e a sair em transições rápidas e, ao minuto 70, teve uma grande chance para visar a baliza, mas Luquinhas rematou para fora.

Através deste maior controlo da bola, a formação de Daniel Ramos conseguiu criar mais oportunidades de golo. A entrada de Nuno Santos veio dar muita mobilidade ao ataque e Gelson Dala veio dar mais técnica e presença na grande área. Os lances começaram a ser mais trabalhados.

A formação de Vila das Aves teve ainda a alma e a força necessárias para ampliar a vantagem. Derley ganhou a bola a Messias e passou para Vítor Gomes, que preferiu voltar a deixar a bola no centro da grande área para Baldé rematar para o fundo das redes.

O jogo ficou completamente partido após este segundo golo. O Desportivo das Aves aproveitou, mais uma vez, para sair por intermédio de Luquinhas, que desmarcou Mama Baldé; este, isolado, rematou ao poste da baliza.

O Rio Ave FC ainda tentou diminuir a desvantagem, mas acabou por não o conseguir fazer. Com este resultado, o Desportivo das Aves soma agora 29 pontos, ocupa a 12.ª posição e prepara-se para ir à Madeira defrontar o CD Nacional, enquanto o Rio Ave FC mantém a nona posição, com 32 pontos, e defrontará o Sporting CP em Alvalade na próxima jornada.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

Rio Ave FC: Leo Jardim, R. Semedo, B. Moreira, Diego, F. Augusto (G. Dala 72’), Said (N. Santos 57’), Nadjack, Jambor, Afonso F. (Gabrielzinho 79’), Messias Jr. e Galeno.

CD Aves: Beunardeau, Rodrigo, V. Costa, Ponck, Falcão, V. Gomes (Faye 84’), Derley, Diego Galo, J. Fellipe, M. Baldé e Luquinhas (Varela 89’).

Anterior1 de 4Próximo

Comentários