O Estádio de Alvalade recebeu a jornada 31 da Primeira Liga Portuguesa num jogo entre o Sporting CP e o Vitória SC. Os “leões” procuravam os três pontos para consolidar desta forma o terceiro lugar no campeonato. Os “vitorianos” tentavam tirar algo positivo deste jogo para se aproximarem do quinto posto para sonhar ainda com os lugares europeus.

O Vitória até começou o jogo com mais posse de bola, mas a verdade é que assim que a equipa de Keizer começou a carburar, a partida ficou apenas com um único sentido: a do ataque do Sporting. Os “vitorianos” mantinham a sua postura defensiva em Alvalade, mas os “verdes e brancos” começavam a procurar o primeiro golo na partida.

Anúncio Publicitário

Aos 19 minutos, Davidson aparece isolado na área do Sporting, mas falhou a receção de bola para ficar cara a cara com Renan Ribeiro. O ponta de lança do Vitória acabou por não ficar bem posicionado para conseguir rematar à baliza dos “leões”.

Após um lançamento de linha lateral, aos 16 minutos, Bruno Fernandes faz um passe sublime de calcanhar, deixando a bola para Diaby que remata torto e ao lado da baliza de Miguel. O número 23 do Sporting acertou mal na bola e até estava numa posição privilegiada, mas não aproveitou.

Os lances de perigo “leoninos” começaram a ser muito frequentes. Aos 18 minutos, Acuña progrediu no campo e passou a bola a Raphinha, que tem uma excelente recessão, mas o remate foi parar à trave. Aos 30 minutos, o francês Mathieu bateu o livre, mas Miguel estava atento e defendeu para canto.

O Sporting continuava muito subido em campo e em busca do primeiro golo na partida. E o golo acabou mesmo por chegar aos 39 minutos, por intermédio de Raphinha depois de um soberbo passe de Bruno Fernandes. O número 21 dos “leões” passou por Miguel e rematou para o fundo das redes. Raphinha, por respeito à antiga equipa, não festejou o golo.

Os “vitorianos” reclamaram, e muito, por causa do lance de Rochinha perto da área do Sporting antes do golo. Com os ânimos muito exaltados, Fábio Meireles acabou por ser expulso.

A equipa de Luís Castro entrou na segunda parte cabisbaixo perante um Sporting que se mostrava imponente em sua própria casa. As oportunidades para os “leões” continuavam a surgir e o estádio percebeu que o segundo golo da tarde estava na iminência de acontecer.

E assim foi: depois de duas oportunidades onde a equipa de Alvalade se vê atraiçoada, mais uma vez, pela trave, Luiz Phellype dilata a vantagem no marcador aos 51 minutos e faz o segundo dos “leões”. A jogada surgiu depois de Raphinha conseguir desequilibrar pela direita e onde consegue cruzar para o ponta-de-lança brasileiro.

O Sporting CP dominou a partida e conseguiu manter a sua baliza inviolável
Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

Entre vários remates protagonizados por Raphinha e por Bruno Fernandes, Sebastian Coates até teve oportunidade para dar um ar da sua graça por terrenos não tão usuais para um central, mas no momento da decisão em que esteve frente ao guarda-redes atrapalha-se e desperdiça a oportunidade.

Após uma hora de rolar a bola em Alvalade, a equipa da casa começa a tirar o pé do acelerador e a controlar o jogo com mais posse de bola. Isso, inevitavelmente, deu oportunidade para a equipa vimaranense surgir mais em jogo, nomeadamente no meio-campo defensivo da equipa adversária, onde Rochinha levou claro destaque. Ainda assim, não houve lances de grande perigo e a equipa da cidade de berço chegava à frente de ataque, essencialmente, em lances de bola parada.

Renan Ribeiro teve uma partida descansada, onde só viu a sua baliza ser ameaçada duas vezes numa tarde onde a equipa do Sporting cumpriu o seu papel e consegue arrecadar os três pontos muito importantes na corrida pelo terceiro lugar. Já o Vitória mantem-se, assim, no sexto lugar depois de sofrer a terceira derrota consecutiva.

ONZES INCIAIS E SUBSTITUIÇÕES

Sporting CP – R. Ribeiro, S. Coates, B. Fernandes, Acuña, Ristovski, Raphinha, Matieu, Diaby (Subst. Borja, 67’), Phellype (Subst. Jovane, 88’), Wendel (Subst. Miguel Luís, 85’), Doumbia.

Vitória SC – Miguel, P. Henrique, Rafa Soares (Subst. Florent, 40+4’), F. Sacko, Tozé, Osório, A. Wakaso, John (Subst. Guedes, 53’), Joseph (Subst. Pêpê, 67’), Rochinha, Davidson.