Anterior1 de 3Próximo

No primeiro jogo oficial da temporada em Alvalade, o Sporting levou de vencida a equipa do SC Braga por 2-1. O treinador leonino, Marcel Keizer, apostou no 4x3x3 com Doumbia na posição de trinco, Wendel e Bruno Fernandes à frente do costa-marfinense e a maior novidade foi a inclusão de Diaby no onze inicial, jogando na esquerda e Raphinha na direita.

A turma leonina entrou muito bem no jogo, jogando fluido e com bom jogo entrelinhas, e deu o primeiro sinal de aviso aos quatro minutos por intermédio de Bruno Fernandes, com um remate à figura do guarda-redes Matheus, estando a “afinar” a mira para mais tarde.

Após o primeiro remate no jogo por parte do Sporting de Braga, o Sporting viria a chegar ao golo à passagem do minuto quinze. Depois de um cruzamento de Raphinha, Luiz Phellype apanhou a bola perdida dentro da área e, com um toque subtil, assistiu Wendel para o primeiro golo da noite.

A resposta do clube minhoto só viria aos 25 minutos, com uma boa jogada de envolvimento no corredor esquerdo que resultou num bom cruzamento para o segundo poste, só que Fransérgio não conseguiu concretizar. A partir deste momento, a equipa leonina continuou a ter mais bola e melhor futebol, contudo foi permitindo lances de perigo.

Quatro minutos mais tarde, canto para o Sporting de Braga e a meias com Coates, Pablo Santos cabeceou para uma excelente intervenção de Renan Ribeiro, sendo o primeiro remate com perigo para a baliza leonina. Corria o minuto quarenta, cruzamento na direita para a equipa Bracarense e novamente Renan a mostrar serviço na baliza verde e branca, defendendo para canto o bom cabeceamento de Hassan. No seguimento desse mesmo canto, Hassan com tudo para fazer o golo em frente a Renan, atirou para uma grande intervenção do guarda-redes leonino.

O médio brasileiro inaugurou o marcador em Alvalade
Fonte: Liga Portugal

Passados três minutos, surgiu o segundo golo do Sporting por autoria de Bruno Fernandes. O capitão leonino “roubou” a bola a Claudemir no meio campo, cavalgou rumo à grande área, passou com classe pelo central bracarense e atirou para o fundo da baliza, aumentando por isso para dois golos a vantagem leonina.

A superioridade leonina era evidente, apesar de alguns momentos de perigo do Sporting de Braga.Na segunda parte, durante o minuto quarenta e nove, Luiz Phellype apareceu na área com boas condições de finalizar, mas quando tentou driblar Matheus, o guarda-redes bracarense saiu de forma segura e agarrou o esférico. Aos sessenta e dois minutos, boa jogada de envolvimento na esquerda do ataque do clube minhoto e com alguma sorte, Ricardo Horta apareceu isolado em frente a Renan e desperdiçou uma das melhores oportunidades do Sporting de Braga durante o jogo, atirando para fora.

O golo do clube bracarense só chegaria à passagem do minuto setenta e dois, com um remate forte e cruzado de Ricardo Horta ao poste, e estando no sítio certo Wilson Eduardo atirou para o fundo da baliza leonina, reduzindo assim a desvantagem.

O treinador do clube minhoto, Ricardo Sá Pinto, quis ir em busca de um resultado mais favorável e fez duas substituoções, Murilo por Fransérgio e Paulinho por Hassan. Marcel Keizer depois do golo, mandou a equipa recuar a linha de pressão, colocando inclusive Luis Neto em jogo para substituir Diaby, dando claramente indicações para defender.

O Sporting de Braga, a precisar de pelo menos mais um golo, massacrou a defesa leonina até ao final do jogo. Dez minutos depois, outro remate perigoso de Ricardo Horta pela esquerda, passando muito perto do poste da baliza leonina. Da parte do Sporting, nota para as entradas de Luciano Vietto e Eduardo Henrique, em prol de Luiz Phellype e Wendel.

Terminava assim a partida, com a primeira vitória da turma de Alvalade para o campeonato. Marcel Keizer continua a não querer assumir o jogo e em vez de ordenar a equipa a procurar o terceiro golo, jogou pela defensiva e o Sporting de Braga aproveitou muito bem esse momento e tentou capitalizar em golos, contudo não foram eficazes e o resultado acabou por não se alterar, muito por culpa de Renan Ribeiro que efetuou um excelente jogo com várias boas defesas.

ONZES E SUBSTITUIÇÕES

Sporting CP – Renan, Thierry, Coates, Mathieu, Acuña, Doumbia, Wendel (Eduardo 87′), Bruno Fernandes, Diaby (Neto 77′), Raphinha e Luiz Phellype (Vietto 84′)

SC Braga – Matheus, Sequeira, Pablo, Viana, Esgaio, Claudemir, André Horta, Fransérgio (Murilo 72′), Wilson Eduardo (Galeno 79′), Hassan (Paulinho 72′) e Ricardo Horta

Anterior1 de 3Próximo

Comentários