spot_imgspot_img

    CD Tondela 1-1 CF Estrela da Amadora: Empate com sabores distintos

    A CRÓNICA: DESINSPIRAÇÃO OFENSIVA REINOU (QUASE) SEMPRE

    Foi novamente em Aveiro que o CD Tondela jogou na condição de equipa da casa, desta feita na receção ao CF Estrela da Amadora, a contar para a quinta jornada da Segunda Liga.

    Numa primeira parte mais cinzenta que o céu de Aveiro, assistimos a um Tondela com mais bola, mas no qual se notava alguma falta de ideias na chegada ao último terço do terreno. Para lá dos remates de Rafael Barbosa (12′) e de Telmo Arcanjo (45′), não existiram ameaças à baliza de Bruno Brígido. Do lado do Estrela, um remate de Balbúrdia, aos 27 minutos, tentou fazer jus ao nome e colocar o adversário em sentido, mas a bola não assustou Niasse.

    Se, no primeiro tempo, não tínhamos assistido a oportunidades, o segundo não podia ter começado de forma mais distinta. Numa sequência de cantos a favor do Tondela, Telmo Arcanjo encontrou a cabeça de Marcelo Alves nas alturas, com o brasileiro a inaugurar o marcador à passagem do minuto 56. Contudo, a festa dos homens da casa durou pouco mais de três minutos: na ressaca de um remate de Ronald, defendido para a frente por Niasse, Paulinho aproveitou a defesa incompleta e voltou a colocar o empate no marcador.

    O início de segunda parte prometeu, mas a verdade é que não saímos da toada que se registou na primeira parte durante o resto do jogo. Assim, o Tondela despede-se do Estádio Municipal de Aveiro com mais um empate a um golo, tendo este sido o resultado que a equipa beirã aqui registou em todos os jogos que fez como anfitriã. Já o Estrela, soma o quarto empate e, tal como o Tondela, soma sete pontos na Segunda Liga.

     

    A FIGURA

    CD Tondela
    Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

    Ricardo Alves – Numa exibição desinspirada a nível ofensivo, o capitão dos beirões foi a voz de comando num setor recuado que, apesar do pouco trabalho, esteve sempre irrepreensível. A jogar pela esquerda na linha de três centrais, com um lateral ofensivo como é Khacef, apoiou sempre na perfeição a lateral do terreno.

     

    O FORA DE JOGO

    CD Tondela
    Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

    Rúben Fonseca – O jovem avançado do CD Tondela passou totalmente ao lado do jogo, no tempo em que esteve em campo. Se é verdade que, sobretudo na primeira parte, a equipa teve dificuldades na chegada ao último terço, uma das razões para tal foi a falta de movimentos para dar soluções por parte do camisola 7. Quando pode desmarcar-se, escondeu-se atrás dos defesas opostos.

     

    ANÁLISE TÁTICA – CD TONDELA

    Os comandados de Tozé Marreco apresentaram-se hoje dispostos de forma diferente do habitual, no que se pode considerar quase um 3-1-4-2. Com os três centrais a manterem-se e Jota a fazer de ‘6’, foi a Rafael Barbosa e a Telmo Arcanjo que coube a missão de jogar mais por dentro e criar os movimentos ofensivos do Tondela.

    Mais para diante, Rúben Fonseca e Daniel dos Anjos jogaram como as duas referências ofensivas, apoiadas, nos flancos, pelos alas Khacef e Bebeto e, pelo meio, por Barbosa e Arcanjo.

    11 INICIAL E PONTUAÇÕES

    Babacar Niasse (5)

    Manu Hernando (6)

    Marcelo Alves (6)

    Ricardo Alves (6)

    Bebeto (6)

    Jota Gonçalves (5)

    Telmo Arcanjo (5)

    Naoufel Khacef (5)

    Rafael Barbosa (5)

    Rúben Fonseca (4)

    Daniel dos Anjos (5)

    SUBS UTILIZADOS

    Bruno Cuba (5)

    Matías Lacava (5)

    Betel Munhungo (-)

    Simão Duarte (-)

     

    ANÁLISE TÁTICA – CF ESTRELA DA AMADORA

    Sérgio Vieira organizou a equipa do Estrela em 3-4-3, com a dupla de meio-campo a ser composta por Aloísio e Balbúrdia. Nas alas, os laterais Hevertton e João Reis tinham a missão de fechar junto dos três centrais, com os extremos Ronald e Gustavo Henrique sempre à espreita de uma saída rápida para o ataque.

    11 INICIAL E PONTUAÇÕES

    Bruno Brígido (6)

    Kialonda Gaspar (6)

    Rui Correia (6)

    Amir Feratovic (5)

    Hevertton Santos (5)

    Aloísio Souza (5)

    Mário Balbúrdia (5)

    João Reis (5)

    Ronald Pereira (5)

    Gustavo Henrique (4)

    Paulinho (5)

    SUBS UTILIZADOS

    Sebastián Guzmán (5)

    Diogo Salomão (5)

    Regis Ndo (5)

    Jean Felipe (5)

    Lucão (5)

     

    BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

    CD TONDELA

    BnR: Apresentou hoje uma mudança tática, com o Rafael Barbosa mais por dentro. Foi só necessidade para hoje, ou pode ser uma solução para o futuro?

    Tozé Marreco: O Rafael tem condições físicas para jogar por dentro. Temos conseguido explorar espaço à largura com ele, mas hoje foi necessário usá-lo por dentro. Nos primeiros 15 minutos, o Rafael e o Telmo estiveram muito baixos, por isso ajustámos. No fim de contas, é mais uma solução.

     

    CF ESTRELA DA AMADORA

    BnR: O jogo acaba por ter poucas oportunidade claras de golo. O que falho, neste caso, no processo ofensivo do Estrela?

    Sérgio Vieira: No que diz respeito ao nosso processo ofensivo, faltou variarmos melhor o centro de jogo, tanto à largura como na profundidade. Tentámos jogar muito por trás e isso foge à nossa matriz de jogo. As condições de treino e de jogo não têm sido as melhores também, e além disso faltou mais equilíbrio no último terço e algum critério. Contudo, face às circunstâncias, acaba por ser positivo.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Alexandre Candeias
    Alexandre Candeiashttp://www.bolanarede.pt
    Apaixonado por futebol desde sempre, tem o hábito de escrever sobre o desporto rei desde os tempos da escola primária, onde o tema das composições de Português nunca fugia da bola.
    Bola na Rede