BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

Clube Oriental Lisboa

BnR: Conseguiu um empate frente ao Real SC. São dois pontos perdidos ou um ganho?

João Silva: Nós queremos sempre ganhar, a verdade é essa. Acho que o sentimento de todos os jogadores e elementos que compõem esta estrutura é ambicionar os três pontos. Acho que reagimos de forma fantástica à derrota na semana passada, que não estava prevista, e hoje foram duas boas equipas, nós fizemos tudo o que podíamos para ganhar, principalmente na segunda parte. Vamos ver no fim se é um ponto ganho ou dois perdidos.

BnR: Apostou de início no Rúben Gouveia na frente. Sente que poderá não ter funcionado essa aposta?

Anúncio Publicitário

JS: Nós partimos para o jogo com um plano e acho que na primeira parte resultou as vezes que tinha de resultar e acho que os jogadores compreenderam essa opção. Dá-nos muitas coisas, perdemos outras mas acho que a equipa reagiu bem e com as substituições os jogadores que entraram também, de forma diferente, conseguiram aproveitar de forma diferente. São opções que se fazem e às vezes correm bem, outras menos bem. Não se pode dizer que tenha sido uma opção falhada.

BnR: E uma antevisão para a deslocação ao Montijo?

JS: Vai ser um campo difícil contra uma equipa bem organizada, que aqui nos deu muitas dificuldades. Com dois, três jogadores bastante acima daquilo que é este campeonato mas vamos lá tentar levar os três pontos.

 

Real Sport Clube

BnR: Sai daqui com um empate. Foi um regresso amargo a Marvila?

António Pereira: Não perder é sempre bom. Estamos a jogar fora, na casa do segundo classificado. Parece-me que tivemos mais jogo, mais bola – isso não ganha jogos, é verdade – tivemos mais situações de golo por isso, no fundo, parece-me que o resultado está certo.

BnR: Na primeira parte o Real SC teve mais oportunidades mas na segunda pareceu ter mais dificuldades. Que se passou?

AP: A pressão foi mais consentida porque mudámos a forma de jogar da primeira para a segunda. Íamos à procura do golo, tínhamos de pressionar mais alto. Enfim, não deu. Paciência.

BnR: Este já é o terceiro nulo em cinco jogos. Algo se passa com a finalização?

AP: Não. São os mesmos jogadores que marcaram cinquenta e tal golos. São crises passageiras de golos, mas isso não influencia nada aquilo que temos feito.

Foto de Capa: Bola na Rede