Anterior1 de 3Próximo

O Estoril Praia SAD recebeu esta manhã o Varzim SC em jogo a contar para a jornada quatro da Segunda Liga. Ambos os emblemas procuravam os três pontos: o Estoril procurava manter o registo da jornada passada, depois de regressar às vitórias frente ao Casa Pia. Já o Varzim SC procurava finalmente conquistar os três pontos (coisa que não consegue fazer desde a primeira jornada). Parece que não foi desta…

A primeira parte começou até bem mais positiva para equipa de Paulo Alves. O Varzim dominou o primeiro tempo com qualidade e conseguiu mesmo converter essa superioridade aos 25 minutos por intermédio de Willian Dias. Através de uma abertura para Ricardo Barros, a assistência é feita para Willian que encosta para o fundo das redes do Estoril. Estava feito então o 1-0.

A primeira parte permaneceu com o ascendente do Varzim SC. O Estoril Praia SAD deu uma primeira parte de avanço. Durante o primeiro tempo foi muito pouco competitiva, sem alma, sem ambição. Nem sequer foi a organização que pecou mais na equipa da casa no primeiro tempo. Foi mesmo a falta de garra e ambição. O Estoril mostrava-se uma equipa apática e sem capacidade de reagir ao longo de toda a primeira parte.

O discurso de Tiago Fernandes deve ter sido soberbo ao intervalo, porque o Estoril entrou e nem parecia a mesma equipa. A equipa estorilista conseguiu retificar os erros da primeira parte e entrou de rompante no segundo tempo. Os primeiros 15 minutos foram realmente muito interessantes por parte da equipa da casa. E também não é por acaso que foi durante esse mesmo período que os canarinhos conseguiram fazer a reviravolta no marcador.

Aos 50 minutos, uma excelente combinação entre Rafael Barbosa e Daniel Bragança nomeio-campo permite uma jogada de perigo para a equipa do Estoril. Depois de uma excelente troca de bola entre os dois atletas, Rafael Barbosa passa a Roberto que, por sua vez, devolve a Bragança. Remate à entrada da área e lá vai ela: a bola afundou a baliza do Varzim e foi assim que começou a reviravolta no marcador.

Dois minutos depois, foi a vez de Juninho carimbar o 2-1 e deixar então a sua equipa cada vez mais confortável com o resultado. O Estoril entrou incessante de marcar golos no inicio da segunda parte e a verdade é que conseguiu fazê-lo de forma bastante eficaz.

Depois de estar em desvantagem, Paulo Alves ainda tentou reagir ao colocar mais um avançado dentro de campo, mas a estratégia pouco surtiu efeito. Faltou critério nas zonas de definição e isso foi fatal para a equipa nortenha. Por sua vez, o Estoril, cada vez mais confortável com o resultado e com o avançar do jogo, começa a fechar os seus espaços e baixar um pouco o seu bloco.

Ainda assim, houve apenas uma oportunidade de golo para equipa do Varzim procurar outro resultado. Era uma equipa perdida, sem ideias, principalmente em terrenos mais avançados. Por fim, o Estoril acaba por “matar” o jogo aos 82 minutos com o golo de Kady e confirmar assim que hoje seria uma manhã feliz no Coimbra da Mota. Nos minutos finais, o Varzim era já uma equipa completamente perdida e já reduzido a nove unidades depois das expulsões de Alan Henri e Cerveira.

Uma entrada, de rompante, para a segunda parte, fez toda a diferença, onde os 10/15 minutos iniciais foram essenciais para o desfecho do jogo. O Estoril ganhou com justiça por uma segunda parte onde foi uma equipa mais esclarecida e com uma circulação de bola de se “tirar o chapéu”. Neste sentido, foram essenciais Rafael Barbosa e Daniel Bragança que deram uma consistência ao meio-campo muito importante para o controlo da partida.

Os três pontos ficaram em casa, onde a equipa da linha conseguiu dar então continuidade ao registo vitorioso que havia conseguido frente ao Casa Pia. Já o Varzim vai ter de continuar a procurar por melhores resultados nesta que é a Segunda Liga Portuguesa. Como bem diz o título, a história desta vez inverteu-se e a lebre que esteve a dormir durante toda a primeira parte até conseguiu acabar por ganhar a corrida.

Rafael Barbosa e Daniel Bragança foram peças-chave no meio-campo da equipa do Estoril Praia SAD
Fonte: Estoril Praia SAD

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES

Estoril Praia SAD – Daniel Figueira, Marcos Valente, Philipe Maia, João Góis, Gonçalo, Daniel Bragança (Subst. Kady), Miguel Crespo (Subst. Miguel Crespo), Rafael Barbosa, Belima, Jonata (Subst. Juninho) e Roberto.

Varzim SC – Lekbab, Luis Pedro, Alan Henrique, Tiago Cerveira, Rui Coentrão (Subst. Baba Sow), João Amorim (Subst. Lumeka), Pedro Ferreira, Rui Moreira, Minhoca, Willian Dias, Ricardo Barros.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários