Anterior1 de 4Próximo

O espírito de festa em Famalicão era inevitável. À partida para este jogo havia doze pontos em disputa, sendo que o FC Famalicão tem o seu segundo posto consolidado por uma vantagem de nove pontos sobre o terceiro classificado, o GD Estoril-Praia.

Este jogo antevia-se como uma vitória algo fácil para o conjunto de José Carlos Pinto, por enfrentar o último classificado da Segunda Liga, o Vitória SC B.

A partida começou com ambas equipas a investirem em passes longos e sem grande pressão de parte a parte. O FC Famalicão aproveitou a primeira bola parada do jogo para abrir o marcador, por intermédio de Rocha, que conseguiu responder da melhor forma ao canto marcado por Feliz.

As bolas paradas continuaram a ter efeito neste jogo. Logo a seguir ao golo do FC Famalicão, foi a vez do Vitória SC B conseguir um canto na direita do ataque. A bola sobrou para Tapsoba e o jogador do Burkina-Faso fuzilou as redes de Defendi, restabelecendo a igualdade no marcador. De sublinhar a boa reação do conjunto vimaranense ao golo sofrido.

Com estes dois golos ainda no primeiro quarto de hora de jogo pensava-se que o jogo ia acalmar, mas o árbitro aponta para a marca de grande penalidade por mão de um jogador do Vitória SC B. Fabrício encarregou-se de marcar o castigo máximo e recolocou a equipa da casa na frente do jogo.

Curiosamente, o encontro encontrava-se algo partido, apesar de ainda se encontrar numa fase bastante inicial. O Vitória SC B apostava bastante nas transições rápidas e Al Musrati quase chegava novamente à igualdade, com um remate de belo efeito. Os passes longos do conjunto visitante causavam bastantes danos à defensiva famalicense.

Anúncio Publicitário

Numa altura em que o jogo estava algo mais estabilizado e o Famalicão conseguia ter a posse, o conjunto da casa aproveitou para começar a construir a partir de trás. De menção, uma jogada de Joel, pelo flanco direito, que atrasa a bola para o centro da área onde apareceu Walterson a rematar à barra.

O Vitória SC B não conseguia encontrar soluções para combater este controlo do Famalicão, que aproveitou bem a largura do terreno para construir mais uma boa jogada: Fabrício, no centro da grande área, a cabecear sem hipóteses de defesa para o terceiro. Feliz foi, mais uma vez, o protagonista da jogada, assistindo o brasileiro para o golo que dava uma maior vantagem para o conjunto famalicense, para a segunda parte.

Fonte: Bola na Rede

A segunda metade reatou com uma grande chance de golo do Famalicão. O meio-campo do Vitória perdeu a bola e Anderson conduziu bem até libertar para Fabrício, que cruzou para um remate por cima de Walterson.

Na resposta, o Vitória SC B reagiu bem e Reisinho, recém-entrado, cabeceia para uma grande defesa de Defendi; na recarga, Aziz remata à barra da baliza. O banco do Vitória não queria acreditar no que acabara de ver.

A formação de Guimarães entrou, claramente, com vontade de recuperar da desvantagem e ia tendo bola e conseguindo impor o seu futebol em Famalicão. A equipa da casa, confrontada com este panorama, tentava chegar com perigo à grande área através de bolas paradas e foi no seguimento de uma que conseguiram o primeiro remate à baliza desta segunda parte, por intermédio de Walterson, numa jogada estudada.

Numa segunda parte ainda sem grandes chances de perigo (sem ser a bola à barra do Vitória SC B), o Famalicão tentava apenas gerir a vantagem, mas ao fazê-lo perdia bolas que o o conjunto de Domingos da Costa aproveitava. Podia, aliás, ter concretizado, à passagem do minuto 75, quando Aziz rematou para defesa de Defendi. O Famalicão estava algo desatento. Ia-lhe valendo a falta de eficácia dos visitantes.

O jogo caminhou até ao fim sem jogadas de perigo. As equipas não conseguiam conduzir jogadas de forma a levar perigo e p que restou do jogo foi disputado, maioritariamente, no meio-campo. Tendo isto em conta, o FC Famalicão, perante uma defensiva imóvel, fez o que quis e a Ashley-Seal aproveita para introduzir o seu nome no marcador.

Com este resultado, o Famalicão reforça o seu segundo posto e espera, agora, pelo resultado do Estoril, que, caso não vença, permitirá ainda hoje a festa. Já o Vitória SC B complica ainda mais a sua permanência na segunda liga de Futebol português, na qual ocupa o último posto da tabela classificativa.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

 FC Famalicão: Defendi, Ângelo, Pathé Ciss, Walterson, Fabrício (Ashley-Seal 81’), R. Guzzo (Fabinho 73’), Jorge Miguel, Joel, Feliz, Rocha e Anderson (Hocko 58’)

Vitória SC B: Dani, Sualehe, Al Musrati (Reisinho 46’),Rincon (Correia 60’) Rosier (Bence Biró 81’), Tapsoba, Ouattara, Romain, André A., Aziz e Mimito

Anterior1 de 4Próximo

Comentários

Artigo anteriorOnde anda o velho Welthon?
Próximo artigoE-Prix | Paris, como te amo!
O João tem 21 anos e é uma amante da escrita jornalística e do futebol. O seu principal valor que pretende levar para sempre é a imparcialidade, não tendo, por isso, qualquer preferência clubística. A sua verdadeira preferência recai sobre o futebol enquanto modalidade. Está a tirar a licenciatura em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.