Anterior1 de 4Próximo

Cabeçalho Futebol Nacional

O Estádio Cidade de Barcelos foi palco de mais uma jornada da Segunda Liga Portuguesa e colocou frente a frente duas equipas a precisar de pontos na luta pela manutenção. Apesar de o Gil Vicente FC dispor das melhores ocasiões para se adiantar no marcador, viria a ser mesmo o Varzim SC a vencer o jogo num dos poucos remates enquadrados com a baliza.

A equipa de Barcelos entrou muito bem no jogo e com vontade de pôr fim à série de dez jogos sem vencer. Logo aos dois minutos, o hondurenho Jonathan cabeceia forte mas a bola encontra a trave da equipa povoense. Ao chegar aos dez minutos, os gilistas fazem a bola embater no ferro uma vez mais. Depois de uma jogada individual bem desenhada por Frederic que deixa pregado ao chão Rui Coentrão, o extremo gilista cruza bem e Gonçalo cabeceia à trave de Paulo Vitor.

A equipa de Nuno Capucho tentava conter o início forte do Gil Vicente FC e consequentemente fechou mais o seu jogo. As oportunidades eram escassas para a equipa visitante e as que existiam eram originadas apenas por lances de bola parada.

A defesa do Varzim SC enfrentou dificuldades ao longo do primeiro tempo face à rapidez da ofensiva gilista que se manifestava através de Frederic e Dimba, mas aguentou-se bem até à chegada do intervalo. O fim do primeiro tempo deixava a equipa do Gil Vicente FC com uma sensação de injustiça com a equipa da casa a dispor das oportunidades de maior perigo.

A entrada para o segundo tempo trouxe uma alteração forçada para a equipa de Paulo Alves e Tormena substituiu o lesionado Luiz Eduardo. Na segunda parte assistiu-se a um jogo bem diferente da primeira com o Varzim SC disposto a discutir o jogo e a retificar um primeiro tempo menos conseguido. Os homens de Capucho entraram pressionantes no jogo e bastaram cinco minutos para inaugurarem o marcador em Barcelos. Depois de uma excelente jogada de entendimento da equipa povoense, Rúben Macedo conclui com um remate forte e colocado, indefensável para Rui Sacramento.

James tenta controlar a bola perante oposição varzinista Fonte: Pedro Gonçalo Costa/Jornal de Barcelos
James tenta controlar a bola perante oposição varzinista
Fonte: Pedro Gonçalo Costa/Jornal de Barcelos

Paulo Alves tentou dar resposta ao golo do Varzim SC e lançou para a partida o extremo Aldair. O recém-entrado Aldair entrou bem no encontro e aos sessenta minutos cruza bem para Gonçalo que cabeceia muito perto da baliza.

O jogo arrefeceu em Barcelos e a equipa gilista mostrou grandes dificuldades para chegar pelo menos ao empate. Aldair e Frederic eram os mais inconformados do Gil Vicente FC e ameaçaram marcar nos últimos minutos mas sem grande perigo para a baliza de Paulo Vitor. Frederic encheu o campo e merecia o golo, no entanto o extremo estava constantemente desapoiado na frente já que os seus colegas tinham dificuldade em acompanhá-lo.

O jogo estava perto do fim e a segunda parte era marcada sobretudo por um jogo mais físico, muito disputado a meio-campo e com poucas oportunidades para golo. O Gil Vicente estava com pouco fôlego e ficava a ideia de que o Varzim SC esteve sempre mais perto do segundo golo. A partida chegava ao fim e o Gil Vicente alargava assim a série negativa para onze jogos sem vencer num encontro onde o empate era o resultado mais justo.

Como jogou o Gil Vicente:

Titulares – R.Sacramento; L.Tinoco, Sandro, L.Eduardo, Gabriel; J.Arthur, Jonathan, A.Kodjo; Frederic, Dimba, Gonçalo

Suplentes não utilizados – J.Costa, A.Fall, Reko, Ricardinho

Amarelos – L.Eduardo aos 18’ e Gonçalo aos 36’

Vermelhos – Nada a registar

Substituições – Tormena por L.Eduardo aos 45’; Aldair por Jonathan aos 58’ e James por J.Arthur aos 75’

Golos – Nada a registar

 

Como jogou o Varzim SC:

Titulares – P.Vitor; Jean, T.Valente, Sandro, R.Coentrão; Nelsinho, Pintassilgo, N.Agra, Macedo; Malele, Stanley

Suplentes não utilizados – Ruan, Sérgio, P.Cunha, A.Zeka

Amarelos – Sandro aos 34’; T.Valente aos 65’; N.Agra aos 69’

Vermelhos – Nada a registar

Substituições – D.Ramos por Pintassilgo aos 45’; Seck por Malele aos 78’; Fábio por Stanley aos 84’

Golos – Ruben Macedo aos 49’

Anterior1 de 4Próximo

Comentários