Via o jogo entre o FC Porto e o SL Benfica e pensei como seria bom se o resultado daquela partida interferisse na nossa classificação. Mas não, o Sporting CP já sabe que muito dificilmente sairá da posição onde se encontra atualmente, e é muito triste que assim seja. Bem ou mal, a verdade é que desde que Bruno de Carvalho tinha assumido a presidência do clube que os adeptos não sabiam o que era esta sensação de jogar apenas por jogar, sem uma ambição clara de lutar pelo título ou acesso à Liga dos Campeões. Nem com o desaire na semana passada do SC Braga o clube leonino soube aproveitar.

Não podemos dizer que não tivemos hipótese de nos aproximar do topo. Quando José Peseiro foi despedido, a equipa encontrava-se apenas a um ponto do primeiro classificado. Bruno Lage, quando assumiu o comando do SL Benfica, partiu com uma desvantagem de sete pontos, e neste momento está isolado na liderança. Tem de haver mais exigência dos adeptos leoninos. Keizer não fez a pré-época nem escolheu o plantel? Bruno Lage também não, e neste momento encontra-se com mérito no topo da classificação. Penso que a escolha do holandês não foi a melhor opção, mas isso é tema para outro texto.

Apesar da falta de títulos, os adeptos continuam a apoiar a equipa
Fonte: Sporting CP

Temos de perder a ideia de que o jogador tem de estar maduro para jogar, que precisa de somar vários empréstimos para atuar com a camisola verde e branca. Nem Francisco Geraldes soma minutos no plantel. Numa altura que se fala em falta de dinheiro, porque não apostar na formação, quando temos vários valores a despontar, como Daniel Bragança, Thierry Correia, Rafael Barbosa, Ivanildo Fernandes, Elves Baldé, para além de Gelson Dala que poderia muito bem estar no Sporting CP. Até Miguel Luís e Jovane Cabral deixaram de ser opção. Esta política de contratações é errada quando vemos Frederico Varandas anunciar ao universo leonino que não há dinheiro para contratar, mas por vezes parece que bom é aquele que vem do estrangeiro.

Deste modo, sabem qual é a sensação de estar de novo em quarto lugar? É uma sensação de impotência, aliada à falta de exigência que parece reinar no clube leonino em termos de futebol sénior masculino. Parece que, aconteça o que acontecer, tudo está bem. Todos vemos que não está, mas nada se faz. O plantel tem qualidade para fazer mais e melhor, mas por vezes parece que a mentalidade do clube não permite que o Sporting CP dê um passo em frente.  As equipas são aquilo que as pessoas fazem delas, e penso que se tem de pedir mais a um plantel que está muito aquém daquilo que pode oferecer.

Concluindo, é com tristeza que mais uma vez escrevo um texto deste teor. Numa altura da época em que as equipas começam a entrar na fase das decisões, o Sporting CP apenas luta pela Taça de Portugal, e mesmo aí se encontra em desvantagem. Urge mudar de paradigma. Os adeptos merecem mais.

Foto de Capa: Sporting CP

Comentários