Existem diversos jogadores que passaram pelo Sporting Clube de Portugal e que deixam muitas saudades no Universo Leonino, uns formados na academia de Alcochete e outros “resgatados” a outros clubes, e hoje escrevo sobre um jogador que apesar de não ser formado em Alcochete deu tudo em campo – Diego Capel.

O extremo esquerdo proveniente do Sevilha “aterrou” em Alvalade no ano 2011, a troco de 3.5 milhões de euros, para ser orientado por Domingos Paciência. Ao serviço dos leões envergou a camisola com o número 11 até ao verão de 2015. Em 2015 ingressou no Génova e posteriormente no Anderlecht. Depois de ter rescindido com o clube belga, esteve uma época sem pisar os relvados por não ter chegado a acordo com nenhum clube. Na presente temporada voltou ao seu país para representar o Extremadura UD, equipa recém-promovida à segunda divisão espanhola.

A massa associativa leonina recebeu-o de braços abertos
Fonte: UEFA

Na primeira vez que vi Diego Capel pisar o relvado questionei para mim “porque não levanta a cabeça?!”, mas rapidamente me esclareceu com as suas perigosas investidas pelo corredor esquerdo. Depois de receber a bola e “galgar” o relvado, o espanhol, apesar de não levantar a cabeça para ver o posicionamento dos colegas de equipa, fazia-lhes chegar a bola em perfeitas condições para visarem a baliza adversária – parecia que adivinhava a colocação dos colegas.

Com a camisola verde e branca, o esquerdino faturou por 16 vezes, com golos para todos os gostos…para ver e rever. Quando se apresentava em condições “favoráveis” para fazer balançar as redes adversárias, ou seja, a partir dos 30 metros de distância da baliza, não pedia licença para rematar. Os golos marcados ao Athletic Bilbau, Olhanense, Nacional e Marítimo são obras primas do espanhol ao serviço da equipa de Alvalade.

Ao longo das temporadas de leão ao peito, considero que o espanhol “suou” a camisola. Foi notório a sua dedicação e empenho em prol do clube – um jogador à Sporting. Dava gosto ver o espanhol festejar golos do Sporting.

No momento da sua despedida, el españolito demonstrou carinho pela massa associativa dos leões e referiu ainda que o Sporting ganhou mais um adepto leonino.

Força, Sporting Clube de Portugal! “Este Clube é muito grande e merece o melhor” – Diego Capel.

Foto de Capa: UEFA

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários