Desta vez fazemos referência a uma lenda proveniente das modalidades, nomeadamente do futsal. Com um registo incrível entre os postes da baliza leonina, destacamos João Paulo
Feliciano Neves Benedito.

No dia sete de Outubro de 1978 nascia o ex-guardião e capitão leonino, um sportinguista de berço. Com a ambição de ser jogador de futebol, acabou por ser o futsal a modalidade que o acolheu. Com ligação ao Sporting desde miúdo, foi guarda-redes, desempenhou funções na formação, no marketing e recentemente foi candidato à presidência do Sporting Clube de Portugal.

Foi o avô que o “levou” para o futsal por não o deixar ir aos treinos de captação de futebol no Sporting. Foi no Olival Basto que teve a sua primeira experiência no futsal. Depois de fazer alguns treinos com a equipa de futsal dos leões foi convidado a integrar a equipa para
ser…o terceiro guarda-redes e acabou por vestir a listada verde e branca durante 21 anos.

Em qualquer atleta, a estreia fica na memória, e João Benedito não foge à regra: depois de ser chamado pelo treinador para entrar em campo, levou cartolina amarela por ter entrado em campo antes de consumada a substituição.

João Benedito foi um dos grandes impulsionadores do futsal do Sporting
Fonte: Sporting CP

Depois de algumas propostas para rumar a outros campeonatos, em 2006/2007 assinou por três anos com o Playas de Castellón onde foi ganhar seis vezes mais do que auferia no clube leonino. No entanto, a sua estadia em Espanha foi curta (uma temporada), depois de uma lesão (pneumotórax) e de uma enorme vontade dos responsáveis leoninos no seu regresso acabou por regressar a “casa”.

Durante a sua carreira como guarda-redes e capitão dos leões, realizou 513 jogos e conquistou a nível nacional nove campeonatos e cinco taças. Na seleção das quinas foi chamado pelo selecionador por 181 ocasiões.

Em 2015/2016 abandonou os pavilhões e tornou-se empresário de artigos desportivos.
Após se ter especulado sobre a sua candidatura à presidência em processos eleitorais anteriores, foi no presente ano (oito de Setembro 2018) que avançou com a candidatura e acabou por ir às urnas. No momento da apresentação da candidatura, o próprio avançou “Chegou a hora de retribuir tudo o que o Sporting me deu”, o que demonstra a sua gratidão ao clube. Acabou por sair derrotado das eleições apesar de ter mais eleitores do que o vencedor.

Um bom exemplo do que é ser um verdadeiro sportinguista, um jogador e capitão à imagem do Sporting. Uma Lenda viva do Universo Leonino!

Fonte Foto de Capa: Sporting CP

Artigo revisto por: Beatriz Silva

Comentários