2.

Como joga – Podemos dizer que a equipa escocesa já apresentou vários sistemas táticos na presente temporada. Começou diante do Rangers FC por utilizar um sistema de 4x4x1x1. Alterou desde então para algumas variações do 3x5x2. Diante do St. Johnstone, apresentou-se em 3x4x2x1, alterando para 3x5x2 clássico diante do Livingston FC e do NSI Runavik. De seguida, apresentou-se em 3x4x3 – semelhante ao do Sporting CP – diante do Hibernian FC, acabando por utilizar o 3x4x2x1 e o 3x4x1x2 nos restantes jogos.

É uma equipa que, em oito jogos, conseguiu marcar 13 golos e sofrer apenas cinco, ainda que contribua (e muito) o jogo em que venceu por 6-0. Também conseguiu em cinco jogos completar o jogo sem sofrer qualquer golo.

É uma equipa que em média tem 50,6% de posse de bola, com 73,6% de passe certo e 28,3% de duelos aéreos ganho por jogo. Além disto, a jogar fora de casa, concentra os seus remates numa zona mais central do campo e, simultaneamente, revela alguma dificuldade em finalizar dentro da pequena área adversária. Fora de casa, soma 355 passes curtos por jogo, com um total de 77 passes longos e 12 cruzamentos.