Zouhair Feddal, internacional marroquino, chegou a Alvalade proveniente dos espanhóis do Real Bétis Balompié, no verão de 2020 e, por cá, aguardava-lhe a difícil tarefa de substituir o lesionado Jérémy Mathieu. Desde então, o central tem vindo a ser aposta regular de Rúben Amorim.

Até ao momento, Zouhair Feddal, para além de contar com 19 partidas disputadas no campeonato, tem também um golo e quatro assistências registadas em seu nome. No centro da defesa, o marroquino tem feito parceria com Sebastián Coates e Gonçalo Inácio ou Luís Neto, naquela que é a defesa menos batida do campeonato, com apenas dez golos sofridos em 21 jogos.

Ao ver um jogo do Sporting CP sem grande análise, Zouhair Feddal pode facilmente passar despercebido, o que não tem de ser necessariamente mau. No caso do marroquino, ser “invisível” é sinónimo de ser tranquilo, seguro, discreto e, sobretudo, competente. O esquerdino muito raramente comete erros, por isso não “dá nas vistas” pela negativa. Por outro lado, também não é um jogador que sobressai por jogadas individuais ou lances tirados da cartola. Ou seja, é um jogador simples, que sai bem a jogar, tem um bom sentido posicional e é forte nos duelos individuais. Características extremamente importantes e que o Sporting CP necessitava para fechar o lado esquerdo da defesa leonina.

O marroquino chegou, viu e foi quase sempre titular na equipa do Sporting CP
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Um breve olhar para as estatísticas serve para notar que: Zouhair Feddal é o terceiro defesa da Liga com mais assistências; tem zero erros que deram em golo e zero erros que deram em remate; é o segundo defesa da liga com mais jogos sem sofrer golo; por fim, segundo o Sofascore, é o terceiro defesa da liga com melhor rating.

Anúncio Publicitário

Para além das características e das estatísticas apresentadas anteriormente, Zouhair Feddal também é uma peça importante quando sobe à área adversária, quer seja em bola parada ou em bola corrida e, apesar de Coates ser o principal destinatário dos cruzamentos, o marroquino tem feito a diferença; o internacional marroquino fez duas assistências nos dois jogos frente ao Paços: no jogo fora, ajeitou para Coates e, em casa, desviou para Palhinha finalizar; para além destas duas assistências em incursões à área adversária, também fez golo (frente ao Portimonense) numa situação semelhante (foi Coates que, desta vez, desviou para Feddal).

Em suma, Feddal representa na perfeição aquilo que é este Sporting CP. Não é nenhum fora de série, mas o seu esforço e trabalho tornam-no num jogador extremamente competente e eficaz em todas as ações do jogo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome