Anterior1 de 4Próximo

A época começou cedo para Paços de Ferreira e Estoril Praia. As duas equipas encontraram-se no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira, para decidir quem segue em frente na segunda eliminatória da Taça da Liga. O Paços de Ferreira levou a melhor e marcará presença na fase de grupos da competição.

Depois de na primeira meia hora as duas equipas terem demonstrado muita cautela e se encaixado mutuamente, foi através de uma bola parada batida por Pedrinho, ao minuto 30, que o Paços de Ferreira chegou à vantagem no jogo. André Micael, no primeiro remate à baliza em toda a partida, ganhou nas alturas e desbloqueou o marcador na Mata Real.

Antes do intervalo, houve ainda tempo para Douglas Tanque pôr António Filipe à prova. O avançado pacense desmarcou-se pela direita e atirou para uma intervenção atenta do guarda-redes português.

O Paços de Ferreira foi desta forma a vencer para o intervalo, numa primeira parte jogada longe das duas balizas e com poucos lances de perigo. O Estoril, jogando sempre à procura do erro dos homens da casa, procurou sair em contra-ataque mas sem sucesso nos primeiros 45 minutos.

O FC Paços de Ferreira foi mais feliz no desempate por grandes penalidades
Fonte: Bola na Rede
As equipas regressaram dos balneários e foi o Estoril quem criou a primeira oportunidade de perigo. Simão, à esquerda, atirou para uma boa intervenção de Ricardo Ribeiro e por pouco a bola não sobrou para Jonata, que aparecia isolado.

O Estoril cresceu no segundo tempo e chegou à igualdade à passagem do minuto 80. Roberto, a partir da esquerda, colocou a bola com efeito no canto da baliza de Ricardo Ribeiro e o Estoril entrou novamente na discussão da eliminatória.

Em cima dos 90 minutos, Fatai foi expulso por agredir um jogador estorilista após ter sofrido uma falta. Tudo se encaminhava para os penáltis na Mata Real.

Depois do apito de Nuno Almeida para o fim dos 90 minutos, seguiram-se as grandes penalidades para decidir quem seguiria para a fase de grupos da Taça da Liga.

Roberto foi o primeiro a bater e deu vantagem ao Estoril no frente a frente com Ricardo Ribeiro. Seguiu-se Pedrinho, que também marcou e igualou o marcador. Juninho foi o segundo a bater e, apesar de Ricardo ter tocado na bola, esta entrou na baliza pacense. Marco Baixinho foi o segundo do lado do Paços e também concretizou. Belima foi o escolhido para bater a terceira penalidade do Estoril mas permitiu a defesa de Ricardo. Bruno Teles partiu para a bola para dar vantagem ao Paços e marcou. Franco marcou com classe para o Estoril. Diogo fez o mesmo para o Paços, assim como Crespo para o Estoril.

André Leão marcou o quinto penálti do Paços de Ferreira e enviou os castores para a fase de grupos da Taça da Liga. O Estoril sofreu a primeira derrota no primeiro jogo oficial da temporada.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

FC Paços de Ferreira: Ricardo Ribeiro; Bruno Teles, Marco Baixinho, André Micael, Bruno Santos; Luiz Carlos, Diaby, Pedrinho, Bernardo( 55’ Fatai); Douglas Tanque ( 69’ Diogo), Uilton( 82’ André Leão)

Estoril-Praia SAD: António Filipe; Simão( 68’ Franco) , Valente, Defendi, Góis; Crespo, Gonçalo, Tembeng; Rafael Barbosa( 62’ Juninho), Jonata ( 62’ Belima), Roberto

Anterior1 de 4Próximo

Comentários