Não, caro Presidente Luís Filipe Vieira, a vontade dos jogadores em sair nem sempre é maior do que a sua. A patética publicidade (feita com um ex-jogador que cuspiu no nosso emblema ao ir para um rival que se tinha aproveitado das nossas limitações financeiras) de não se separar a família devido a dinheiro é precisamente o contrário daquilo que vem fazendo época após época. Além de nos vermos sem as nossas mais-valias desde muito cedo, nunca foi bem explicado o porquê de apenas entrar nos nossos cofres uma parte bastante reduzida dos valores totais das transferências.

Tantas perguntas no ar, caro Presidente Luís Filipe Vieira… Porque é que alterou os estatutos em 2009? Era para que Rui Costa não se pudesse candidatar? Porque é que a estrutura é composta de assumidos adeptos de clubes rivais, ex-profissionais desses mesmos clubes rivais e elementos que, até há poucos anos atrás, falavam mal de si publicamente?

Porque é que, mesmo com as vendas milionárias que são feitas e o acordo com a NOS para os direitos televisivos, o passivo não é substancialmente reduzido? Porque é que veio a público a história das comissões, sem qualquer intervenção de sua parte? Há esqueletos no armário? Porque é que o nosso nome vem sendo associado constantemente a esquemas de corrupção, novamente sem qualquer intervenção pública de sua parte? Porque é que há elementos da estrutura ligados a esses esquemas? Há algo a esconder? Porque é que são contratados jogadores para sucessivos empréstimos, muitos deles sem somarem sequer um minuto pela equipa principal?

Para esta temporada, decidiu manter no cargo o treinador Rui Vitória após este ter falhado redondamente todos os objectivos estabelecidos para a época passada e ter apresentado um futebol paupérrimo, como há muito já não se via na Luz. Perdemos o penta por pura incompetência, porque nos pusemos a jeito desde bem cedo, com algumas decisões absolutamente amadoras.

Foi um pesadelo de temporada e o caro Presidente Luís Filipe Vieira resumiu tudo isto ao facto das bolas não terem querido entrar nas balizas adversárias e a um pontapé de sorte de Héctor Herrera, no Estádio da Luz, que fez o campeonato virar novamente. Pois bem, com algumas políticas que têm sido tomadas para 2018/2019, não me parece que o desfecho vá ser muito diferente. Continuamos com um futebol ainda mais básico e, pelos vistos, deixamos o nosso melhor jogador ir embora a troco de cinco milhões de euros. Impressionante! Prometeu que iria cometer uma loucura e cumpriu! Afinal, tenho de lhe dar os meus parabéns, pois, pela primeira vez, cumpriu com uma promessa.

Anúncio Publicitário

Caro Presidente Luís Filipe Vieira, se isto não fosse tão triste até dava para rir. Faça um favor a todos nós: na Assembleia Geral do próximo mês de setembro, apresente a demissão e deixe o Sport Lisboa e Benfica em paz de uma vez por todas.

Foto de Capa: SL Benfica

Artigo revisto por: Vanda Madeira Pinto