A Liga Alemã voltou no passado dia 16 de maio, e com o regresso do campeonato, os golos de Raphael Guerreiro e Hakimi também voltaram. O Borussia de Dortmund este ano conta com 5 laterais de luxo, o “nosso” Raphael Guerreiro, Achraf Hakimi, Nico Schulz e ainda os capitães de longa data, Marcel Schmelzer e Łukasz Piszczek que mais recentemente tem jogado como central no sistema de 3 centrais do Borussia de Dortmund, algo que se tem tornado mais habitual de se ver no panorama Mundial, como por exemplo podemos ver César Azpilicueta no Chelsea FC a partilhar semelhantes funções.

Hoje vou-me focar no Internacional Marroquino, Hakimi e o nosso jogador, representante da Seleção Nacional Raphael Guerreiro. Os dois jogadores têm sido peças fundamentais na manobra de Lucien Favre, tanto defensivamente como ofensivamente. O Borussia tem se apresentado em campo no seu normal 1-3-4-3 que em boa verdade, pede laterais que sejam capazes de dar a largura e a profundidade necessária para implementação de boas dinâmicas ofensivas, qualquer que seja a equipa de que falemos.

Os dois laterais, não têm só cumprido com sua função como excedido a sua performance. Raphael Guerreiro leva já 8 golos esta temporada juntando as suas 2 assistências, o seu melhor registo na sua carreira como jogador senior. O lateral de Nacionalidade Portuguesa é imprescindível em todos os momentos do jogo do “Submarino Amarelo”, capaz de dar largura a faixa esquerda pela que é responsável, mas também capaz de dar jogo interior, deixando Jordan Sancho assumir o 1×1 na linha.

O lateral Português tem demonstrado uma qualidade técnica das melhores do Mundo, agilidade e uma qualidade de definição de extrema qualidade. Mas isto, nos já sabíamos, no entanto, Raphael Guerreiro tem mostrado sinais de amadurecimento sob o comando de Lucien Favre ao não acumular erros defensivos de outros tempos e o facto de Raphael poder manter uma largura e uma profundidade de jogo muito elevada mesmo quando a equipa não está a jogar pelo sua faixa, tem permitido ao Luso-Francês uma presença muito assídua no ultimo terço do terreno.

Anúncio Publicitário


Falando de Hakimi, acho que podemos com muitas certezas afirmar que estamos na presença da concorrência de Trent John Alexander-Arnold como melhor lateral-direito dos próximos anos. O lateral Marroquino (que está por empréstimo no Borussia de Dortmund, o passe pertence ao Real Madrid) já leva 9 golos e dez assistências este ano que a semelhança de Raphael Guerreiro, está a produzir a sua melhor época a nível individual. O que dizer sobre Hakimi? É veloz, qualidade técnica, faz as suas combinações com os médios parecem que estamos na presença de um Nº10. Os laterais de Lucien Favre acabam por se comportar de formas semelhantes, diferenciando-se muito na capacidade de combinar com os médios e avançados e a capacidade para chegar ao último terço e tentar a finalização.


É certo que o Borussia de Dortmund parece estar arredado do título, mas a equipa comandada por Lucien Favre tem dado espetáculo e deixado os adeptos contentes com a suas exibições. Rumores dizem-nos que Hakimi esta pronto para assumir a titularidade da faixa direta do Real Madrid, estaremos atentos para saber o futuro de Raphael Guerreiro.

Artigo anteriorO 11 do século XXI do Chelsea FC
Próximo artigo5 jogadores que jogaram no Vitória SC e no Sporting CP
Nuno balança-se entre as funções de Business Developer na Sport TV e Head of Scouting na Sports Consulting Group, a agência de consultoria de carreiras desportivas da qual é fundador. Estudou Sistemas de Informação na Nova Information Management School e daí ficou a curiosidade pela análise de dados e pela Big Data. Desde de tenra idade que fazia questão de saber os nomes dos jogadores todos, característica que faz questão de manter, seja o jogador da Serie A ou da 2º divisão distrital de Lisboa.                                                                                                                                                 O Nuno escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.