Para o comum adepto da Primeira Liga, João Novais será pouco mais do que um novo jogador do SC Braga. Por outro lado, para o espetador mais atento, o reforço dos minhotos será reconhecido como o ‘ex-Rio Ave, exímio batedor de livres’.

No entanto, há uma terceira perspetiva mais acertada que escapa ainda à maioria dos adeptos: a de João Novais, o médio.

Depois dos onze golos apontados ao serviço de um Rio Ave ambicioso, o jogador de 25 anos ficou inevitavelmente associado à sua capacidade de remate e, sobretudo, de cobrança de bolas paradas.

Contudo, apesar de justo, o rótulo é redutor face às suas qualidades. Atualmente, João Novais é um médio muito completo, com um elevado sentido tático e muito forte também no capítulo do passe.

João Novais impressiona pela capacidade nas bolas paradas, mas não só
Fonte: Rio Ave FC

Poucos saberão, à data, que Novais nem sequer começou a temporada transata como titular do Rio Ave. Nas primeiras nove jornadas do campeonato, de resto, o médio atuou apenas em cinco partidas e sempre como suplente utilizado.

Apesar deste início desanimador, a sorte do jogador iria mudar a partir da receção ao Sporting. Com Francisco Geraldes impedido de jogar, por defrontar o clube detentor do seu passe, o médio foi lançado no onze inicial rioavista e brilhou a todos os níveis.

Capaz de dinamizar o futebol vilacondense com a mesma classe de Chico, Novais acrescentou ainda força e a já referida capacidade de remate ao meio-campo da sua equipa, catapultando o Rio Ave para uma das melhores exibições da temporada.

Tal exibição não passou despercebida a Miguel Cardoso e, a partir desse encontro, só por uma vez não foi titular até ao final da época – na receção ao Moreirense FC, onde até entrou para fazer os dois golos da reviravolta.

Desde então, a história é conhecida: Novais, ora atuando no centro, ora na ala, assumiu-se como figura do Rio Ave (estatuto reforçado pela saída de Rúben Ribeiro), terminou como segundo melhor marcador da equipa e ‘saltou’ para o Sporting de Braga.

João Novais trocou o Rio Ave FC pelo SC Braga este Verão
Fonte: Rio Ave FC

Nos minhotos, a colocação dos seus livres continua a dar nas vistas (o golo ao Zorya merece ser visto e revisto), mas é a sua polivalência que motiva maior destaque.

Titular em quatro dos cinco jogos realizados pelo Braga esta época, o médio-ofensivo de origem, habitual ala no Rio Ave, tem sido aposta no duplo pivot de Abel e correspondido com excelentes exibições.

Seja ao lado de Claudemir, Fransérgio ou, mais recentemente, João Palhinha, Novais tem demonstrado ter a capacidade defensiva e, principalmente, a cultura tática imprescindível para a posição.

Eficaz em qualquer zona do meio-campo, João Novais pode tornar-se um nome sério do futebol nacional e é uma incógnita até onde a sua evolução pode ir.

Foto de Capa: SC Braga

Comentários