Por norma, quando um clube português é promovido à Primeira Liga, este costuma fazer uma revolução no seu plantel, reforçando-o com muitos jogadores com experiência no principal escalão do futebol português. O CD Santa Clara não seguiu esse caminho, optando por segurar a espinha dorsal que levou a equipa açoriana a subir de divisão. Um dos elementos dessa espinha dorsal é o avançado Fernando Andrade.

Este brasileiro de 25 anos foi formado no AD São Caetano e, depois de uma curta passagem pelo futebol japonês, viajou para Portugal, no ano de 2015, para ingressar no Oriental. Depois de ter dado nas vistas do clube de Marvila e no Penafiel, na temporada seguinte, o avançado rumou aos Açores, em 2017, tendo sido um dos jogadores mais influentes na campanha que os levou de regresso à Primeira Liga, 15 após a última presença, contribuindo com 11 golos em 35 jogos. Nesta temporada, o avançado continua a desempenhar um papel influente na equipa orientada por João Henriques, com três golos e uma assistência em 11 jogos.

Fernando Andrade é a principal referência ofensiva dos açorianos
Fonte: CD Santa Clara05

Podendo também jogar a extremo, Fernando Andrade é um jogador bastante rápido e móvel, que gosta de descair para as alas e de espreitar uma oportunidade para explorar as costas da defesa. Possui também boa qualidade técnica, sabendo tabelar com os colegas de equipa, e é dono de um forte remate.

A sua influência no conjunto açoriano foi recentemente premiada, com o seu contrato a ser renovado até 2021. Aos 25 anos, Fernando Andrade tem condições para construir uma carreira sólida na Primeira Liga.

 

Foto de Capa: CD Santa Clara

Comentários