Fernando Valenzuela será jogador do FC Famalicão na próxima temporada. É o primeiro reforço do clube famalicense, confirmado pelo próprio jogador, no final do mês de junho, num negócio por empréstimo por parte do CA Barracas Central.

Com 23 anos, o argentino chega como um diamante por lapidar para o clube minhoto que mantém por sua vez a sua aposta em jovens jogadores com muita margem de progressão. Aquilo que tão bem aconteceu com jogadores como Uros Racic, Pedro Gonçalves, Toni Martinez, Gustavo Assunção, entre outros, deverá suceder-se na próxima temporada com Valenzuela a ser o primeiro homem de uma lista que terá mais nomes nas próximas semanas.

Valenzuela é canhoto e pode fazer todas as posições no ataque. Seja pelas alas, seja como ponta de lança ou segundo avançado, o internacional sub23 pela seleção alviceleste faz maravilhas com o seu pé esquerdo e é a grande referência desse escalão da sua seleção, onde pontifica também Nehuén Pérez, jogador que representou o FC Famalicão esta temporada e que certamente ajudou na vinda de Valenzuela. É tecnicamente muito dotado, muito difícil de travar no um contra um e possui um remate fácil, tornando-o num ótimo finalizador. O facto de possuir um centro de gravidade baixo (mede apenas 1.67m) faz também com que a sua velocidade e imprevisibilidade aumentem substancialmente.

Com a fibra e a raça típica dos sul americanos, Valenzuela é um dos nomes fortes da nova geração de futebolistas argentinos. O FC Famalicão, pela sua política de contratações e pelo crescimento que tem tido na promoção e expansão de jovens jogadores, assume-se como o local ideal para que Valenzuela se mostre à Europa do futebol. Uma coisa é certa. Fernando Valenzuela tem características que o tornarão, certamente, num dos craques da Primeira Liga na próxima temporada.

Anúncio Publicitário

Artigo revisto por Joana Mendes