É no momento em que vemos um miúdo de 18 anos ser um dos “pilares”, digamos assim, de uma equipa de topo mundial, que percebemos que o futebol é uma mina cheia de jovens talentos.

Neste caso, falamos de um jovem inglês que, com apenas 18 anos, joga na equipa principal dos alemães do Borussia Dortmund. Aliás, joga e é um dos melhores a atuar nos auri-negros. Jadon Sancho é uma das apostas acertadas de Lucien Favre (treinador do Dortmund), correspondendo com a política do técnico suíço esta temporada: a aposta numa equipa jovem. Para ficarmos com uma ideia, no último jogo frente ao VfL Wolfsburg, cinco dos 11 jogadores titulares tinham menos de 24 anos.

Jadon Sancho é um dos muitos jovens talentos do plantel do Borussia Dortmund
Fonte: Bundesliga

De volta ao craque inglês, Sancho assinou contrato com o Borussia Dortmund no último dia do mercado de verão da passada temporada, por uma verba de sete milhões de euros. Depois de ter estado em destaque ao serviço da seleção inglesa no último europeu de sub-17 (cinco golos em seis jogos), o jovem atacante rumou até à Alemanha para envergar o número 7. Antes de se estrear pela equipa principal, Jadon Sancho realizou nove jogos entre os sub-19 do Dortmund e a segunda equipa dos alemães. Logo se percebeu que o jovem que completou a formação no Watford FC (2007-2015) e Manchester City FC (2015-2017) tinha de estar nos grandes palcos, junto das estrelas do futebol mundial.

Esta temporada, Sancho participou em todas as partidas do Dortmund, quer para o campeonato e taças nacionais, quer para a Liga dos Campeões. O jovem extremo, que pode atuar tanto à esquerda como à direita, tem um talento nato para jogar futebol. Com uma finta curta e bem-sucedida, um excelente controlo da bola e uma velocidade capaz de ultrapassar qualquer defesa, o número 7 é um verdadeiro desequilibrador, principalmente nas linhas.

No entanto, e apesar de toda a qualidade individual,– que lhe é intrínseca – Jadon Sancho é um jogador que trabalha para a equipa. Na maioria das vezes, depois de ganhar a frente aos laterais adversários, o extremo inglês (conta com uma internacionalização na equipa A da seleção dos três leões) entrega a bola a um colega mais bem posicionado para fazer golo. Prova disso são as oito assistências em 15 jogos realizados.

Posto isto, penso que estamos perante um dos melhores jovens talentos do futebol mundial e, quem sabe, pode até chegar a ser uma das maiores promessas no desporto-rei. Jadon Sancho tem apenas 18 anos e já está a dar cartas no futebol, o que demonstra vivamente que é um diamante em bruto, pronto para lapidar.

Foto de capa: Bundesliga

Comentários