olheiro bnr

No que diz respeito às balizas, têm sido algumas as boas surpresas na edição 2014/15 do campeonato nacional, ainda que uma das mais emblemáticas more no Minho, no Sporting de Braga, mais concretamente o jovem brasileiro Matheus, de 23 anos.

Contratado ao América Mineiro a troco de 2,4 milhões de euros, o promissor “keeper” rapidamente se assumiu como a primeira escolha de Sérgio Conceição para a baliza arsenalista, prometendo, num futuro próximo, rechear os cofres bracarenses, até porque o salto para um emblema com outros pergaminhos não deverá tardar.

Anúncio Publicitário

Produto das escolas do América Mineiro

Matheus Lima Magalhães nasceu a 19 de Julho de 1992 em Minas Gerais, Brasil, e só conheceu um clube no seu país natal, mais concretamente, o América Mineiro, que representou desde as camadas jovens até ao Verão de 2014, altura em que se transferiu para o Sporting de Braga.

Nesse clube de Minas Gerais, e apenas contabilizando os jogos que efectuou como sénior, ou seja, entre 2012 e 2014, Matheus somou um total de 66 partidos, isto entre Série B do campeonato brasileiro (segunda divisão), Taça do Brasil e campeonato mineiro.

Impacto imediato no Braga

Chegando a Portugal sem sequer ter feito um único jogo no principal campeonato do seu Brasil natal, pensou-se que Matheus poderia precisar de algum tempo para se impor no Sporting de Braga, mas a verdade é que o jovem de 23 anos rapidamente conquistou o seu espaço, deixando para trás a concorrência do russo Kritciuk.

Ao todo, afinal, são já 20 os jogos como titular no principal campeonato português, sendo que a crítica, na sua esmagadora generalidade, não tem poupado elogios a um “keeper” de quem já se diz começar a espreitar uma oportunidade na principal selecção brasileira.

Matheus impôs-se rapidamente em Braga Fonte: Facebook do Sporting Clube de Braga
Matheus impôs-se rapidamente em Braga
Fonte: Facebook do Sporting Clube de Braga

Enche a baliza

Matheus é um possante guarda-redes de 190 cm e 84 kg, características físicas que, aliadas ao seu excelente posicionamento entre os postes, permitem-lhe encurtar de forma decisiva a baliza e dominar todo o espaço aéreo, onde se mostra especialmente eficaz ao nível dos cruzamentos.

Com uma maturidade bastante acentuada para a tenra idade, o “keeper” brasileiro mostra-se ainda muito forte nas saídas aos pés dos adversários, em lances de um contra um, assim como no jogo de pés, aspecto onde é claramente um dos melhores da Liga.

Certo é que, aos 23 anos, Matheus tem ainda uma larga margem de progressão, que servirá, essencialmente, para aprimorar ainda mais os seus talentos, sendo que a natural e expectável evolução das suas qualidades poderá mesmo catapultá-lo para um clube de topo do Velho Continente.

Foto de capa: Facebook do Sporting Clube de Braga