“Para lá do Marão, mandam os que lá estão”. Este é um dito popular português onde bem se poderia associar Nikola Maras, jovem talento sérvio que esta temporada se fixou no eixo defensivo do GD Chaves. Mas quem é este jogador que até já tem conseguido despertar o interesse de alguns clubes em Portugal e na Europa, apenas na sua primeira experiência fora da Sérvia?

Maras é um defesa-central de 22 anos de idade. Mede 1,89cm e pesa 78kg, o que desde já sugere que se trata de um jogador com uma compleição física a ter em conta. O central flaviense conta já com duas internacionalizações pela Selecção principal da Sérvia, tendo estas sido conseguidas quando ainda representava os sérvios do FK Rad Beograd. Foi nesta equipa onde Maras cresceu, onde se começou a notabilizar e a qual capitaneou, apesar da sua tenra idade.

Maras tem beneficiado da qualidade de jogo da equipa comandada por Luís Castro
Fonte: GD Chaves

Em campo, é um defesa-central que prima pela inteligência com que se posiciona. Maras não é um jogador muito rápido, no entanto, tem uma capacidade posicional bastante boa. Demonstrando níveis de concentração muito acima da média, os seus apoios estão muitas vezes bem orientados, podendo acompanhar eficazmente os movimentos dos adversários. É também bastante forte, tanto no jogo aéreo como fisicamente, o que lhe dá algumas vantagens ao nível do desarme. Além destas características, Maras tem também uma leitura de jogo apurada, o que lhe permite, igualmente, compensar a falta de velocidade com um poder de antecipação de qualidade.

Sob a batuta de Luís Castro, Nikola Maras tem beneficiado do entusiasmante jogo proporcionado pelo treinador transmontano. Tal como abordei aqui, é sabido que um contexto positivo e de qualidade de jogo ajuda bastante ao desenvolvimento dos jogadores, dando-lhes condições para que se soltem e tragam ao de cima as suas melhores capacidades. Participando muitas vezes na primeira fase de construção da equipa flaviense, temos vindo a assistir a uma evolução bastante positiva deste jovem sérvio.

Anúncio Publicitário

E quanto ao futuro? Para já, parece ainda não ter havido grandes desenvolvimentos para um possível salto na carreira, apesar dos já referidos rumores que assim o indicavam. De qualquer das formas, devido à qualidade presente em Maras, não será de estranhar que este saia para uma equipa de topo em Portugal ou mesmo para um campeonato que lhe dê outra visibilidade. Pessoalmente – e porque desejo o desenvolvimento do Futebol português – espero que continue por cá ainda alguns anos.

Foto de capa: GD Chaves