olheiro bnr

No distrito de Coimbra há dois clubes que dominam ao nível da formação: a Académica e a Naval. Vários são os jogadores de qualidade que já passaram por um destes emblemas e bem recentemente esta “parceria” Naval-Académica resultou mesmo em Pedro Nuno, jovem de enorme valia atualmente emprestado pelo Benfica ao Tondela. A tentar seguir as pisadas de Pedro Nuno está outro jovem figueirense também formado na Naval que chegou este ano à cidade dos estudantes, falo de Nuno André.

Nuno começou bem cedo a jogar futebol e atuou em todos os escalões da Naval, sendo que muitas das vezes representava o escalão acima do suposto para a sua idade. Depois de duas épocas de júnior na Figueira-da-Foz, deu o esperado salto para a Académica, sendo agora uma das grandes referências dos juniores da briosa.

Com capacidade para desempenhar tanto as funções de extremo como de “número 10”, é a 10 que se sente mais confortável e onde apresenta melhor rendimento. Apesar de não ser avançado, golos é com ele. Atualmente é o melhor marcador da zona sul do campeonato de juniores com 5 golos em 5 jogos, sendo que 3 desses golos foram apontados contra Sporting e Benfica.

Nuno André deu o salto para a Académica Fonte: Académica OAF
Nuno André deu o salto para a Académica
Fonte: Académica OAF

Além de tudo isto, Nuno é também dono de uma técnica apuradíssima e de um excelente pé esquerdo, talvez a sua maior arma. Demonstra ainda uma enorme apetência para as bolas paradas. Contra o Benfica, por exemplo, marcou de grande penalidade e assistiu um companheiro na marcação de um livre lateral.

A sua carreira ainda não deu um salto maior talvez por culpa de um joelho que já deu alguns problemas, no entanto, acredito que esse salto vai acontecer dentro em breve. Para já podem verificar as minhas palavras assistindo aos jogos dos sub-19 da Académica, onde estou certo que irá brilhar toda a temporada.

Foto de Capa: Rui Simões

Comentários