Cristiano Ronaldo chegou à Liga Italiana nesta temporada e rapidamente centrou todas as atenções do futebol em Itália, que tenta recuperar o vigor dos anos 90.

Há, no entanto, quem esteja a tentar ultrapassar o astro português na atenção mediática, devido ao seu excelente arranque na temporada. Falo claro de Krzysztof Piątek. Se o jogador polaco está a tentar ultrapassar Cristiano Ronaldo no que à mediatização diz respeito, nos golos ninguém o bate. Nove golos em sete jogos fazem com que Piątek se comece a distanciar na tabela dos melhores marcadores da Liga Italiana.

Este arranque perfeito de temporada não deixa de ser, no mínimo, surpreendente. E não digo isto por estarmos a falar de um jogador que acabou de chegar a um modesto clube italiano, como o Génova, mas sim porque Krzysztof Piątek não se apresentou em Itália como o típico goleador, nesse aspecto nota-se que houve um excelente trabalho do scouting da equipa italiana que viu em Krzysztof Piątek um potencial imediato que provavelmente mais ninguém viu, principalmente numa grande liga como a italiana.

Este jogador polaco começou a sua carreira profissional em Lublin, na Polónia, mais concretamente no clube local, o Zaglebie Lubin, mas foi em Cracóvia que encontrou o sitio perfeito para se destacar. Sem nunca se ter conseguido estabilizar na equipa titular em Lublin parte para o KS Cracovia a troco de 700 mil euros e com apenas 21 anos. Chegava à equipa do Cracovia precisamente num verão em que o clube polaco veria o seu diamante em bruto partir para Inglaterra, Bartosz Kapustka. Estamos por isso a falar de um clube, que embora bastante afastado da discussão do titulo e lugares europeus polacos, privilegia a aposta no jogador jovem polaco e gosta de formar.

Não teve um arranque perfeito, como aconteceu agora em Génova, mas consegue finalmente os minutos de jogos que necessitava para a sua evolução. 39 jogos no total e 12 golos. Nada mau para uma primeira temporada ” a sério” como profissional sénior. A temporada seguinte seria a sua temporada oficial de afirmação. Com um número de jogos similar (38) o polaco conseguiu marcar mais nove golos e fechar assim a temporada com 21 golos. Não chegou no entanto para ser eleito o melhor marcador da Liga Polaca. Carlitos do rival Wisła Kraków, entretanto já transferido para o Légia de Varsóvia de Sá Pinto, conseguiu melhor e marcou 24 golos.

O jogador polaco encontrou em Cracóvia o seu “habit” perfeito
Fonte: Przegląd Sportowy

É nesse aspecto que se difere do goleador polaco que todos nós conhecemos, Lewandowski, que conseguiu ser o melhor marcador da Liga Polaca, ao serviço do Lech Poznan, antes de sair para o Borussia Dortmund. E é também por isso que eu digo que quase ninguém, para não dizer ninguém, anteveria este impacto imediato de Piątek. O mais leigo adepto diria que por não se ter conseguido sequer sagrar-se melhor marcador na fraca Liga Polaca, Krzysztof Piątek não iria agora subitamente surpreender tudo e todos e ter um excelente arranque em Itália.

A verdade é que Krzysztof Piątek chegou, venceu e convenceu. Os quatro milhões de euros que o Génova pagou ao Cracovia têm-se revelado uma autêntica “pechincha”. O jogador tem batido recordes atrás de recordes em Itália e já conseguiu chegar à sua seleção nacional e continuar a sua senda positiva de golos ao marcar a Portugal logo na sua primeira internacionalização oficial.

A Polónia continua a produzir-nos atacantes de alto gabarito e com perfis bastante similares. Krzysztof Piątek, Robert Lewandowski e Arkadiusz Milik têm em comum entre si uma estatura bastante semelhante, um bom toque de bola e um jogo aéreo bastante interessante.

Estamos em finais de Outubro, e as ligas que sofreram uma paragem internacional, preparam-se agora para regressar. Há, por isso, uma pergunta que se impõem:

-Conseguirá Krzysztof Piątek manter uma consistência exibicional e não parar de marcar golos? Ou tudo terá sido apenas “fogo de vista”?

Essa é a pergunta de 1 milhão de euros.

Foto de capa: 90min.com

Artigo revisto por: Jorge Neves

 

Comentários