A Liga Revelação foi a competição que abriu as portas a vários jovens jogadores que encontraram um lugar ao sol para se mostrarem e ganharem visibilidade. Um desses casos foi o de Ricardo Jorge Silva Nogueira Rodrigues.

Este jogador natural de Paredes iniciou a sua carreira no SC Nun’Álvares, tendo-se transferido para o CD Aves já como júnior em 2013. Após ter brilhado nos juniores da equipa do conselho de Santo Tirso. Ao chegar a sénior, passou pela equipa B e foi ainda emprestado à AD Oliveirense, Brito SC, Canelas 2010 e Mafra. Nesta temporada, agarrou um lugar na equipa de sub-23, onde rapidamente se destacou tendo sido promovido à equipa principal.

No dia 13 de Outubro de 2018, Ricardo Rodrigues teria a sua estreia pela equipa principal, entrando a quatro minutos do fim no jogo contra o Rio Ave FC para a Taça da Liga, tempo suficiente para marcar um golo de levantar o estádio e saltar para a ribalta no clube avense. Daí para a frente, Rodrgues marcaria mais um golo na Taça de Portugal e começou a ganhar minutos no campeonato.

Porém, com a substituição de José Mota por Augusto Inácio no comando técnico do CD Aves, Ricardo Rodrigues deixou de ser opção e regressou aos sub-23. Na equipa orientada por Leandro Pires voltou a assumir papel de destaque, sendo uma das principais figuras na equipa que conquistou a dobradinha, tendo ainda marcado os dois golos na vitória sobre os sub-23 do Rio Ave FC na final da Taça Revelação.

Ricardo Rodrigues estreou-se pela equipa principal a marcar um golaço
Fonte: CD Aves

Ricardo Rodrigues é um avançado muito rápido e móvel. Podendo jogar em qualquer posição no ataque, é um jogador que sabe explorar o espaço nas costas da defesa, sabendo muito bem enfrentar o guarda-redes adversário em situações de um para um. Destaca-se também na cobrança de livres, sabendo batê-los de qualquer zona do terreno.

Aos 23 anos, Ricardo Rodrigues mostra condições para vingar num patamar competitivo mais elevado. No entanto, duvido que seja com Augusto Inácio que ele encontre o contexto certo para se afirmar na equipa principal, apesar de eu considerar que ele oferece mais ao jogo do que o Luquinhas (que assumiu a titularidade na equipa principal com Inácio). Como tal, o seu futuro na próxima época é uma incógnita.

 

Foto de Capa: CD Aves

Comentários