O outro Rúben que procura sair do anonimato em Inglaterra

O futebolista português está na moda, em Inglaterra! De Rúben Neves a Bernardo Silva, passando por Diogo Jota e sem esquecer João Moutinho, vários são os exemplos que, semana após semana, têm vindo a atestar a sua qualidade naqueles que são os mais prestigiados relvados do «desporto-rei» do Reino Unido.

Todavia, nem só de Premier League vive o futebol inglês; longe dos principais palcos, e algo ofuscado pelo mediatismo dos seus compatriotas, o médio/extremo Rúben Lameiras tem surgido num ótimo momento na terceira divisão inglesa (League One).

O «protesto» pela afirmação em Plymouth

Anúncio Publicitário

Ao serviço do Plymouth Argyle F.C., formação cuja alcunha, Pilgrims, reporta à denominação dada a um grupo religioso protestante que, nos finais do séc. XVI, embarcara rumo ao «Novo Mundo» – atual Nova Inglaterra, EUA.

O esquerdino Rúben Lameiras tem conseguido explanar o seu futebol no condado de Devon
Fonte: Plymouth Argyle F.C.

Contabilizando, até ao momento, um total de 27 partidas e tendo marcado dez golos, cinco dos quais (alcançados durante o passado mês de janeiro) tiveram influência direta no ganho de nove pontos por parte da sua equipa, o português que enverga a camisola número 11 dos Pilgrims mereceu, por conseguinte, o destaque da Professional Footballers’ Association (PFA) com a atribuição do galardão Fan’s Player of the Month Award do respetivo mês.

Ainda que o atual estado de graça vivenciado por Rúben Lameiras não o deixe transparecer, o começo da sua caminhada em Plymouth fora intermitente, e apenas cinco meses volvidos após a sua contratação, o jovem (então com 22 anos) esteve na iminência de sair do clube na reabertura do mercado, tendo inclusivamente sido autorizado a realizar testes no Oldham Athletic em dezembro.

Porém, um encontro disputado no dia anterior à véspera de Natal – curiosamente, ante o Oldham Athletic –, no qual o médio esquerdino fizera sobressair a sua criatividade acabaria por modificar a sua condição no conjunto orientado pelo escocês Derek Adams: foi titular nos restantes 23 encontros relativos à League One, marcou cinco golos e totalizou nove assistências.

Assim, aos 24 anos, o médio canhoto que passou pela formação do Tottenham Hotspur parece ter atingido a sua maturidade, complementando o seu talento com uma regularidade exibicional nunca antes apresentada. Por conseguinte, será apenas uma questão de tempo até que este atleta possa demonstrar o seu valor em patamares mais elevados do futebol inglês.

 

Foto de Capa: Plymouth Argyle F.C.

Comentários