olheiro bnr

Numa fase em que a actual temporada ainda não terminou, mas já caminha vertiginosamente para o seu final, é natural que já se comecem a ver alguns esboços daquilo que poderão ser os planteis dos principais clubes portugueses para 2015/16, percebendo-se que, no caso do Sporting, poderá existir uma renovação assente em alguns elementos que vêm evoluindo preferencialmente na equipa B.

Um desses elementos, aliás, é o jovem internacional sub-21 escocês Ryan Gauld, futebolista que motivou um investimento leonino de 2,7 milhões de euros no último Verão e que, após um ano de maturação no Sporting B, estará finalmente preparado para se assumir como uma das figuras da equipa principal. Afinal, capacidade para tal é algo que o britânico tem de sobra.

Chegou cedo ao Dundee United

Ryan Gauld nasceu a 16 de Dezembro de 1995 em Aberdeen, Escócia, e começou a sua carreira no modesto Brechin City Boys Club: isto antes de chegar ao Dundee United em 2006, ou seja, quando tinha apenas 10 anos. No histórico clube escocês, o médio-ofensivo haveria de permanecer por oito anos, percorrendo os diversos escalões de formação e estreando-se na equipa principal em 2011/12, com apenas 16 anos, numa vitória no recinto do Motherwell (2-0).

Anúncio Publicitário

Depois dessa estreia precoce na Premier League escocesa, Ryan Gauld continuou a sua ascensão na equipa principal do Dundee United, e, depois de uma temporada, a de 2012/13, em que atingiu os 11 jogos e até se estreou a marcar, haveria de se impor em definitivo em 2013/14, quando se assumiu como uma das figuras dos “Arabs”, marcando oito golos em 38 jogos.

O salto para Alvalade

Perante este excelente desempenho e a sua tenra idade, foi com naturalidade que começaram a chover interessados no concurso de um jovem que, aos 17 anos, já havia chegado à selecção escocesa de sub-21 – ainda que tenha sido o Sporting a ganhar a corrida por Ryan Gauld, pagando 2,7 milhões de euros ao Dundee United pelo seu concurso.

Ainda assim, apesar desse avultado investimento, o Sporting preferiu gerir tranquilamente a evolução do médio-ofensivo nesta sua primeira temporada em Alvalade, colocando-o a actuar preferencialmente no Sporting B, onde este soma 25 jogos e três golos, embora também já lhe tenha dado algumas oportunidades fugazes na equipa principal, pela qual soma cinco jogos e dois golos [ambos apontados na derrota com o Belenenses (2-3) para a Taça da Liga].

É apontado como um 'Mini-Messi', mas Gauld quer deixar a sua própria marca no futebol Fonte: Sporting Clube de Portugal
É apontado como um ‘Mini-Messi’, mas Gauld quer deixar a sua própria marca no futebol
Fonte: Sporting Clube de Portugal

Um “dez” de traços continentais

Ryan Gauld contrasta completamente com aquela que é a imagem típica do futebolista britânico, apresentando características físicas verdadeiramente franzinas (168 cm e 59 kg) e uma criatividade e qualidade técnica que estamos mais habituados a encontrar na América Latina ou no sul da Europa.

O seu futebol, aliás, é o de um verdadeiro “dez”, uma vez que o jovem de 19 anos se destaca por ter velocidade de processos, evoluída técnica individual, boa capacidade de passe e superior visão de jogo, sendo ainda de destacar a sua boa capacidade finalizadora.

A raça que nos transporta para a Escócia

Mas, se o processo ofensivo nos transporta imediatamente para um futebolista latino, é pela recuperação defensiva e abnegação competitiva que nos lembramos, enfim, de que estamos perante um escocês, sendo que essas características serão muito bem vindas a equipas que gostam de pressionar o adversário logo na saída da sua grande área.

Aliás, essa raça e essa qualidade nas transições fizeram inclusivamente com que Ryan Gauld chegasse a merecer algumas oportunidades na posição “oito” no Sporting B, ainda que, pessoalmente, acredite que o internacional sub-21 escocês precisa de actuar mais próximo de zonas de definição para se apresentar no máximo das suas capacidades.

Foto de Capa: Sporting Clube de Portugal