No dia 5 de maio de 2005, o Sporting Clube de Portugal escreveu mais uma página na sua história centenária. Os leões deslocaram-se aos Países Baixos para defrontar o AZ Alkmaar, em jogo a contar para a segunda-mão da meia-final da Taça UEFA. Na primeira-mão, a equipa portuguesa venceu em Alvalade por 2-1 com golos de Douala e Pinilla.

Para esta partida, José Peseiro não pôde contar com Enakarhire, Rogério, Carlos Martins e Pinilla, todos lesionados.

No segundo jogo da eliminatória, o AZ Alkmaar adiantou-se no marcador, à passagem do sexto minuto de jogo por intermédio de Kenneth Pérez. Com este golo, os holandeses estavam na frente da eliminatória. Os leões empataram o jogo antes do intervalo, o goleador luso-brasileiro, Liedson, colocou a bola no fundo das redes, após remate de Polga.

Anúncio Publicitário

No segundo tempo, o Sporting entrou bem, dispôs de várias oportunidades de golo, sobretudo através de transições rápidas, explorando a velocidade de Douala e Liedson. No entanto, ao minuto 78, o conjunto orientado por Co Adriaanse empatou a eliminatória através do suplente Huysegems. Com o segundo golo dos holandeses, o jogo seguiu para prolongamento, estava tudo empatado na eliminatória.

O tempo-extra começou com o Sporting, com algum, ascendente. No entanto, ambas as equipas dispuseram de oportunidades de golo. Na baliza leonina, Ricardo foi correspondendo aos lances de perigo do AZ. O Sporting, por seu lado, com Pedro Barbosa e Tello, que haviam entrado na segunda parte, ambos em destaque nos melhores lances ofensivos.

Já decorria a segunda parte do prolongamento quando Jaliens adiantou o AZ Alkmaar nesta meia-final, apontando o 3-1, na sequência de um canto. No final da partida, ao cair do pano, decorria o minuto 120, quando o Sporting voltava a marcar. Rodrigo Tello de pé esquerdo levantou a bola para a área, onde estavam os 11 jogadores leoninos e apareceu o herói de Alkmaar: Miguel Garcia, com o ombro a colocar o Sporting na final da Taça UEFA 04/05.

Uma página histórica para o Sporting, um jogo tremendo com emoção do principio ao fim, no De Alkmaarderhout. Uma vitória na eliminatória, conseguida através do Esforço, Dedicação e Devoção, mas também de uma equipa que acreditou e lutou até ao fim. O dia 5 de maio de 2005 ficará na memória dos sportinguistas, bem como Miguel Garcia, para sempre conhecido como “herói de Alkmaar”.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES

Sporting CP: Ricardo (GR), Miguel Garcia Anderson Polga, Beto Severo, Rui Jorge (Marius Niculae, 110’), Fábio Rochemback(Pedro Barbosa, 86’), Custódio, João Moutinho, Ricardo Sá Pinto, Douala, (Rodrigo Tello, 75’), Liedson

AZ Alkmaar: Henk Timmer, Jaliens, Barry Opdam, Ron Vlaar, Tim de Cler, Denny Landzaat, Adil Ramzi (Ali Elkhattabi, 64’), Barry Van Galen, Tarik Sektioui (Christy Janga, 120’), Kenneth Pérez, Robin Nelisse (Stijn Huysegems, 72’)

Foto de Capa: Sporting CP