Espaço do Bola na Rede dedicado à opinião de cronistas especializados para escreverem sobre os mais variados temas da atualidade desportiva.

Para os amantes do bom futebol, não há dúvidas que a Premier League é a liga mais competitiva e apaixonante do mundo. A incerteza do vencedor de cada edição face ao vasto número de cabeças-de-série permite combinações de jogos de sonho e eletrizantes em praticamente todas as jornadas. A jornada 25 da melhor liga do mundo tem jogo grande: Tottenham vs Manchester City, e não é um jogo qualquer! É o embate entre dois dos treinadores mais mediáticos da história do futebol.

Mourinho e Guardiola são velhos conhecidos, análogos na fome de títulos e antagónicos na forma de jogar. Apesar de terem começado como aliados no tempo da Catalunha (Mourinho como protegido de Bobby Robson e Guardiola como estrela blaugrana), a verdade é que os seus percursos forçaram a que se tornassem “arqui-inimigos” numa rivalidade galática e de números estratosféricos, entre Real Madrid e Barcelona. Voltariam mais tarde a colidir ao defenderem as cores diferentes dos eternos rivais de Manchester.

Ao todo, foram 22 jogos disputados entre o “Special One” José Mourinho e o “Genius One” Pep Guardiola, sendo que o técnico espanhol levou de vencida os embates diretos com alguma margem. São onze vitórias para o lado de Guardiola, cinco para Mourinho e seis empates entre eles. Em terras de Nossa Majestade, as contas estão bem mais equilibradas. Nos seis jogos disputados, todos eles entre Citizens e Red Devils, o City de Guardiola levou a melhor por três ocasiões, enquanto que o ex-United de Mourinho carimbou duas vitórias.

Anúncio Publicitário

O jogo de domingo assinala um novo capítulo numa rivalidade com mais de dez anos de história, já que um novo emblema surge na equação, o Tottenham Hotspur.

Embates entre Mourinho e Guardiola
Dados: Transfermarkt

Para ambos os técnicos, a conquista da Premier League é uma miragem, face ao soberbo desempenho do Super Liverpool de Klopp. As possibilidades de Guardiola conseguir a revalidação do título esbarram numa diferença pontual de 19 pontos para os líderes de Anfield. A batalha dos Citizens até ao final da época, perante a dificuldade hercúlea de cumprir o objetivo de serem campeões, é o de disputar o segundo lugar com o Leicester.

Por sua vez, a situação de Mourinho é totalmente diferente, assim como os objetivos dos Spurs. O Tottenham encontra-se neste momento a 17 pontos dos seus adversários de domingo e a 36 (!) pontos da liderança, mais pontos do que os que têm atualmente. O melhor que Mourinho pode fazer, e que certamente é um dos objetivos pedidos por Daniel Levy, é disputar um lugar europeu com os atuais quarto e quinto classificados, Chelsea FC e Manchester United, respetivamente.

No entanto, essa tarefa está longe de ser descomplicada, uma vez que o Tottenham (atual 6.º classificado) e o Newcastle United (14.º classificado) estão separados por apenas quatro pontos! Ou seja, neste momento, cerca de dez equipas apresentam-se com condições válidas para disputar o “simples” quinto lugar atualmente pertencente ao Manchester United, entre as quais, o Tottenham de Mourinho, o Wolves de Nuno Espírito Santo e o Arsenal de Arteta. Assim sendo, a pressão está do lado de José Mourinho, já que várias equipas estão na perseguição à espera do seu deslize para subir na tabela.

Na primeira volta, ainda com Pochettino, Tottenham e City empataram a duas bolas
Fonte: Tottenham Hotspur

Estatisticamente falando, o jogo grande da jornada 25 entre Tottenham e Manchester City não abona nada para os lados do técnico português. Para além de Guardiola ter um saldo manifestamente positivo nos embates com Mourinho, também o Manchester City leva a melhor nas estatísticas sobre os Spurs. Nos últimos dez confrontos entre ambas as formações, os homens de White Hart Lane apenas venceram três vezes, sendo que a última vitória do Tottenham para o campeonato foi em 2016!

Ambas as formações chegam ao encontro de domingo sem terem vencido a última partida disputada. Enquanto que o Tottenham cedeu um empate no terreno do Southampton para a Taça de Inglaterra, o City perdeu em casa frente aos rivais de Manchester para a Taça da Liga, conseguindo ainda assim seguir em frente na eliminatória. Os momentos atuais de forma na Premier League voltam a favorecer os homens de Guardiola, já que em cinco encontros empataram apenas um e venceram quatro, por sua vez Mourinho apenas venceu um encontro em cinco jogos.

Recorde-se ainda que, no início desta semana, o Tottenham perdeu Eriksen para o Inter de Milão no mercado de inverno. Em sentido contrário, o extremo holandês Bergwijn assinou com os Spurs e pode ser aposta já neste domingo.

APOSTA VIP: Empate (2-2)

Apesar do coração e do patriotismo quererem que Mourinho leve a melhor sobre Guardiola e que o Tottenham consiga vencer um adversário que já não vence desde 2016, as estatísticas têm o seu peso, o que acaba por equilibrar a balança e traduzir-se num empate. Como já é típico de um grande jogo de Premier League, espero golos…muitos golos.

Foto de Capa: Tottenham e Manchester City

Artigo revisto por Inês Vieira Brandão

Comentários