TRIBUNA VIP é um espaço do BnR dedicado à opinião de cronistas de referência para escreverem sobre os diversos temas da atualidade desportiva.

Neymar, sinceramente, eu acho que não. E, se quiseres, tens de começar a acelerar. É que o teu amigo (aquele que marcou um hat-trick em Camp Nou, sabes?) já te começa a ganhar um avanço considerável.

Comecemos pelo princípio. Neymar, sou um grande fã teu. Ponto final. Há atitudes que tens que são reprováveis, de menino mimado, até. Mas, vá… Quem gosta de futebol sonhou, pelo menos uma vez na vida, ser capaz de fazer um décimo daquilo que tu consegues fazer. Os miúdos olham e tentam imitar. Nós, um pouco mais velhos, vemos e analisamos, e percebemos que já não há ninguém como tu. Fazes do futebol uma espécie de dança, na qual tu és sempre o bailarino principal. E o maestro. E a orquestra. És um pouco de tudo. E parece que o teu esforço é igual ao meu quando bebo um copo de água.

Já há uns anos que és o jogador que mais gozo me dá ver. Sempre que recebes a bola, eu, tal como os teus adversários, não sei o que vais fazer com ela. E isso é fascinante. Mas todos sabemos que, para seres o melhor do mundo, é preciso um pouco mais do que isso.

Anúncio Publicitário

E isso leva-me ao segundo ponto. E se tu, Neymar, não quiseres assim tanto essa tal Bola de Ouro?

É que, para isso, é preciso treinar de manhã à noite. É preciso cuidar da alimentação. É preciso jogar um pouco menos computador. É preciso um pouco menos de carnaval. E de festas de aniversário da irmã. E de “gastroenterites” no dia a seguir ao aniversário.

Mas talvez, Neymar, isso te baste e tu sejas feliz assim.

Eu fico triste, porque tu poderias ser muito mais. Mas não te culpo e muito menos te chamo flop. Afinal de contas, já tens 23 títulos. Levaste o PSG à primeira final de Champions da história. Em 102 jogos, tens 83 golos e 38 assistências. És o quinto jogador com mais jogos pelo Brasil. E o segundo melhor marcador de sempre, só atrás de Pelé. Sim, à frente de Ronaldo, Romário, Zico, Bebeto, Rivaldo e Ronaldinho.

Já tens 29 anos e as épocas vão passando. Perdemos a conta a quantas fintas já inventaste, a quantos adversários já fizeste perder a cabeça (não é, Álvaro González?), a quantas vezes fizeste os teus adeptos saltar de alegria.

Mas a verdade é que saíste do Barcelona por seres a sombra do Messi. E, aos poucos, estás a tornar-te na sombra do teu novo melhor amigo, um tal de Kylian Mbappé. Que é tão genial, mas que, mesmo assim, fica a milhas daquilo que tu consegues fazer com a bola.

Tudo isto me leva a crer que tu queres ser o melhor, mas não estás disposto a ser o melhor. E está tudo bem. A bola vai continuar a sorrir cada vez que toca nos teus pés. Ela não gosta de muita gente. Mas adora-te a ti, Neymar. Como adora poucos outros.

Artigo de opinião de Ricardo Rampazzo,
narrador ELEVEN


TIP BET.PT – APOSTA AQUI

O PSG DESLOCA-SE AO TERRENO DO DIJON PARA TENTAR MANTER A PERSEGUIÇÃO AO PRIMEIRO LUGAR DA LIGUE 1. SERÁ QUE VENCE? APOSTA JÁ NA BET.PT!

Artigo revisto por Mariana Plácido

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome