Presidente da SAD do Portimonense novamente ao ataque: «A Boavista SAD é uma empresa de fachada cuja única utilidade é constituir dívida»

    Rodiney Sampaio voltou a criticar a situação do Boavista. O presidente da SAD do Portimonense pede intervenção.

    Rodiney Sampaio, presidente da SAD do Portimonense, voltou a tecer duras críticas à situação do Boavista. Em causa, alerta o dirigente dos algarvios, a situação dos salários atrasos.

    «A situação do Boavista sabemos ser muitíssima complicada e afeta não só a Autoridade Tributária e Segurança Social e Clubes mas também e sobretudo os Jogadores, treinadores e funcionários. E não é uma questão pontual. É cíclica e assumida pela própria SAD Boavisteira quando o seu anterior Presidente ridicularizou esse tema assumindo que “Dois meses em falta não matam ninguém”! Como podemos compactuar com esta situação? Como o Sindicato de Jogadores, a Liga Profissional de Futebol e a Federação Portuguesa de Futebol podem olhar para a SAD do Boavista e legitimar este tipo de comportamentos e pensamentos?», frisou Rodiney Sampaio.

    Rodiney Sampaio alega que o Boavista não tem capacidade de garantir o cumprimento das normas e regulamentações. Recorde-se que, horas antes, o presidente da SAD do Portimonense já havia exposto a situação e pedido a intervenção da Liga Portugal.

    «Pugnamos todos por uma maior integridade no futebol. Um futebol que atraia melhores protagonistas mais espectadores, um futebol positivo. Livres de incumprimentos e de vicissitudes. E reiteramos, não é de agora. Já foi feito um PER e inclusive o SIREVE. Ambos aparentemente em incumprimento. Quais as garantias que pode agora a Boavista SAD apresentar sendo que falhou com todas as anteriores?», questionou Rodiney Sampaio, que voltou a apelar à intervenção das mais altas instâncias do futebol nacional.

    «O Estado não pode legitimar e ratificar os comportamentos de quem faz do incumprimento salarial de seus funcionários um motivo de chacota. Da mesma forma, o TOC, contabilidade da SAD e, e todos aqueles que ratificam o incumprimento, normalizando-o, devem ser responsabilizados. Não se pode assumir que uma entidade paga um salário quando na verdade é um terceiro que surge como garante. Isto é inclusive contra os regulamentos da FIFA! A SAD está a submeter a sua organização interna a terceiros que recebem as suas receitas e respondem pelas suas obrigações. A Boavista SAD hoje é uma empresa de fachada cuja sua única utilidade é constituir dívida. No último dia 15 de Maio a SAD da Boavista não entregou as declarações de não dívida. Estão impedidos de inscrever jogadores. Não cumprem o PER. Não cumprem o SIREVE. Não cumprem com as obrigações fiscais com o Estado. Não cumprem com a Segurança Social», criticou o presidente da SAD do Portimonense.

    Recorde-se que estas declarações surgem dias depois do Portimonense ver confirmada a descida de divisão ao sair derrotado pelo AVS SAD no playoff de descida/subida. O clube algarvio continua a lutar pela manutenção na secretaria.

    «Como é possível que algum TOC diga que a Boavista SAD tem a sua situação financeira conforme os regulamento? É, em boa fé, impossível! E na eventualidade de esse TOC subscrever tal declaração deve ser investigado. Tem que o ser. Como é possível perante o incumprimento reiterado das obrigações com o Estado (Autoridade Tributária e Segurança Social) qualquer responsável submeter-se a novo acordo com a SAD do Boavista? Em respeito por todos os cidadãos e cidadãs não o deve fazer, caso contrário está a prejudicar diretamente e conscientemente o erário público», concluiu Rodiney Sampaio nas suas declarações.

    Rodiney Sampaio Portimonense
    Fonte: Portimonense SC

    Sabe mais sobre o nosso projeto e segue-nos no Whatsapp!

    Bola na Rede é um órgão de comunicação social de Desporto, vencedor do prémio CNID de 2023 para melhor jornal online do ano. Nasceu há mais de uma década, na Escola Superior de Comunicação Social e em forma de programa de rádio.

    Desde então, procura ser uma referência na área do jornalismo desportivo e de dar a melhor informação e opinião sobre desporto nacional e internacional. Queremos também fazer cobertura de jogos e eventos desportivos em Portugal continental, Açores e Madeira.

    Podes saber tudo sobre a atualidade desportiva com os nossos Última Hora e não te esqueças de subscrever as notificações!

    A 28 de outubro de 2019, avançámos também com introdução dos programas em direto, através do canal BOLA NA REDE TV, no Youtube.

    Além destes diretos, temos também muita informação através das nossas redes sociais e em vários modelos de podcasts.

    Se quiseres saber mais sobre o projeto, dar uma sugestão ou até enviar a tua candidatura, envia-nos um e-mail para [email protected]. Desta forma, a bola está do teu lado e nós contamos contigo!

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares