Vergado perante um AFC Ajax de nível superior, o Real Madrid caiu novamente com estrondo no Bernabéu. São quatro derrotas consecutivas em casa (!) e uma ausência absurda de identidade numa equipa que é tricampeã europeia e uma das maiores potências do desporto mundial.

Trata-se do fim de uma era que começou pouco antes de Cristiano Ronaldo chegar a Madrid e que acaba agora sem ele. O modelo de Florentino faliu e pedem-se medidas imediatas para reparar todos os danos causados pela péssima preparação desta temporada. Numa só época, o Real Madrid conseguiu vender o melhor jogador da equipa, que era também o melhor do mundo, encostou o guarda-redes titular, que era também o dono da baliza das três equipas que venceram a Liga dos Campeões, e, claro, perdeu também Zidane, que foi o obreiro das três conquistas europeias.

Ainda causa estranheza não ver Cristiano Ronaldo na equipa merengue
Fonte: Real Madrid CF

Ora, perante todas estas perdas, o Real Madrid reforçou-se mal, escolheu sucessores sem nível para o posto de Zidane, e não soube encontrar soluções para a saída de CR7. Os resultados estão à vista e numa semana tudo se desmoronou. Já não há Liga dos Campeões, nem Taça do Rei, e o campeonato já é uma miragem.

Por estar arredado de tudo tão cedo, Florentino Pérez tem tempo de sobra para idealizar o que quer para a próxima temporada do Real Madrid: se quer continuar a retocar um plantel cada vez mais moribundo ou se quer cortar o mal pela raíz e reformular por completo a identidade do projeto merengue. Por tudo o que se tem visto, claro que a segunda opção parece ser o melhor caminho a tomar. Mas, antes de se pensar em jogadores, deve-se pensar no modelo estratégico que vai ser usado e em quem será capaz de pegar num projeto que tem tanto de arriscado como de aliciante.

Os nomes José Mourinho e Mauricio Pochettino parecem ser os que estão melhor colocados. Cada um tem um estilo e uma abordagem diferente. Caberá a Florentino Pérez pensar no que terá mais capacidade para gerir egos, reconstruir uma equipa e criar uma identidade nova num clube que está habituado a ganhar sempre.

Foto de Capa: Real Madrid CF

Comentários