logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Uruguai 0-0 Peru (4-5 g.p.): Incas seguem em frente na Copa América

O Uruguai está fora da Copa América! Após o nulo se ter mantido durante o tempo regulamentar, a seleção peruana foi quem sorriu na lotaria das grandes penalidades, onde Suárez não foi capaz de converter o castigo máximo.

Os primeiros 45 minutos da partida foram de pouca história, com ambas as equipas a terem dificuldades em pôr em prática as suas ideias. Ainda assim, a “Celeste” conseguia chegar com mais perigo à baliza contrária. Já a seleção peruana depositava as esperanças naquilo que Paolo Guerrero ia fazendo, a espaços, na frente de ataque.

As melhores oportunidades do primeiro tempo pertenceram aos uruguaios Cavani e de Arrascaeta, aos 25 e 30 minutos, respetivamente: num primeiro instante, o avançado do PSG protagonizou uma falha clamorosa na cara de Gallese; dois minutos volvidos, o médio do Flamengo de Jorge Jesus colocou a bola dentro das redes peruanas, mas Nández estava em posição irregular no início da jogada.

Cavani foi o elemento mais perigoso do Uruguai ao longo da partida
Fonte: AUF

Na etapa complementar, a seleção uruguaia voltou a festejar o golo em duas ocasiões, aos 60 e 74 minutos, mas Wilton Sampaio, após a consulta do VAR, invalidou ambos os lances, novamente por fora-de-jogo.

No final de 90 minutos mal disputados, com as duas formações muito aquém das expectativas, a decisão seguiu para os 11 metros, onde a vitória acabou por cair para o Peru. No primeiro penálti batido da noite, Gallese adivinhou o lado escolhido por Suárez e revelou-se preponderante no desfecho do encontro.

A Blanquirroja está agora nas meias-finais da Copa América, onde vai defrontar o Chile na próxima quinta-feira.

Conversão das grandes penalidades, primeiro o Uruguai e depois o Peru:

Suárez falhou; Guerrero marcou; Cavani marcou; Ruidíaz marcou; Stuani marcou; Yotun marcou; Bentancur marcou; Advíncula marcou; Torreira marcou; Flores marcou o golo da vitória.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

Uruguai: Muslera, González, Giménez, Godín, Cáceres; Nández (Torreira, 57’), Bentancur, Valverde (Stuani, 90+7’), de Arrascaeta; Suárez, Cavani.

Peru: Gallese, Advíncula, Abram, Zambrano, Trauco; Yotun, Tapia, Carrillo (Gonzáles, 75’), Cueva (Ruidíaz, 85’), Flores; Guerrero.

O João é estudante de Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. Herdou do avô o amor pelo Benfica e o gosto pela escrita. Pelo meio, encontrou a sua doença: o futebol. Apesar de ser presença assídua na Luz, a leitura que faz do jogo sempre o afastou de clubites agudas. Fora de portas, é simpatizante do Real Madrid e do AC Milan. Tem como maiores ídolos Cristiano Ronaldo e Pablo Aimar. Também não desgosta do Éder.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

O João é estudante de Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. Herdou do avô o amor pelo Benfica e o gosto pela escrita. Pelo meio, encontrou a sua doença: o futebol. Apesar de ser presença assídua na Luz, a leitura que faz do jogo sempre o afastou de clubites agudas. Fora de portas, é simpatizante do Real Madrid e do AC Milan. Tem como maiores ídolos Cristiano Ronaldo e Pablo Aimar. Também não desgosta do Éder.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

FC PORTO vs CD TONDELA