A 10.ª jornada do Girabola’18 jogou-se no passado fim-de-semana, 14 e 15 de abril, e foi repleta de muita ação e festa nos diferentes estádios, onde se jogaram os encontros da ronda que assinalou o fim do primeiro terço do principal campeonato de Angola.

O jogo grande da jornada ocorreu na capital: 1.º de Agosto e Petro de Luanda encontravam-se no Estádio 11 de Novembro, para disputar o dérbi de Luanda. Frente-a-frente, estavam dois crónicos candidatos ao título que procuravam subir alguns lugares na classificação, e nada melhor que vencer o rival para atingir esse objetivo. Apesar da espetacular atmosfera criada pelos adeptos nas bancadas, numa das equipas teve a perspicácia necessária para marcar, e o jogo terminou como havia começado: um nulo no marcador.

O Interclube, após decorridas as dez primeiras jornadas, continua firme na liderança da prova: o conjunto comandado pelo português Paulo Torres tinha uma difícil deslocação até Cabinda, para defrontar o Sporting local. Contudo, os “Polícias” não tiveram dificuldades e conquistaram os três pontos, graças a uma vitória por 1-3. Com este resultado, o Interclube chegou aos 22 pontos e lidera com uma vantagem confortável.

O dérbi de Luanda terminou sem golos
Fonte: CD 1º de Agosto

O Kabuscorp também venceu o seu compromisso. A jogar em casa, o clube do bairro do Palanca estava um pouco pressionado pelas duas derrotas sofridas nas jornadas anteriores. Cientes desse facto, o Sagrada Esperança tentou aproveitar o momento delicado dos visitados, mas não conseguiu parar o seu adversário: a equipa de Sérgio Traguil foi a mais forte, e ganhou por 2-0 (os golos foram marcados por Nary e Ebuga, durante a primeira parte).

Anúncio Publicitário

Quem continua a desiludir os seus apoiantes é o Recreativo do Libolo. Na receção ao Domant FC, a turma liboliense queria regressar aos triunfos, após cinco jogos consecutivos sem sentir o sabor da vitória. Mesmo incentivados pelos adeptos, os homens de Kito Ribeiro não foram além de um empate a zero no final do encontro, naquele que foi a quarta partida sem marcar qualquer golo – o último tento apontado pelo ataque do Libolo foi frente ao JGM do Huambo, que terminou empatado a um golo.

Nos outros encontros, os Bravos do Maquis bateram por 3-2 o Progresso do Sambizanga, ao passo que o 1.º de Maio de Benguela goleou o Recreativo da Caála por 4-1. A Académica do Lobito venceu pela margem mínima o FC Casa Militar (1-0), e JGM do Huambo empatou em casa com o Desportivo da Huíla (1-1).

E assim, se já jogou um terço do Girabola! Em jeito de balanço, até agora tem sido um campeonato com muitas surpresas pela positiva, como o top-3 da classificação a ser ocupado por Interclube, Académica do Lobito e Desportivo da Huíla, respetivamente, ao fim das dez primeiras jornadas, e, também, pela negativa, como os atrasos pontuais do 1.º de Agosto, Rec. do Libolo e Petro de Luanda face ao topo. Mas será assim até ao final do campeonato? Creio que não, mas iremos descobrir nas próximas jornadas!

 Foto de capa: CD 1º de Agosto