A cinco jornadas do seu fim, o Girabola mantém-se bastante incerto quanto à decisão do título! A ronda 25 do principal campeonato de Angola jogou-se no fim-de-semana de 21 e 22 de julho, e ficou marcada pelo escaldante dérbi de Luanda.

O Estádio 11 de Novembro foi o palco do duelo entre os dois primeiros da classificação: o Petro de Luanda recebia o 1.º de Agosto num jogo importantíssimo para as contas do título. Com as duas equipas separadas apenas por um ponto, a expetativa era de se assistir a um dérbi bastante intenso e muito bem disputado, o que acabou por se confirmar ao longo dos 90 minutos. A vitória acabou por sorrir aos “Militares” (por 0-2, com os golos a serem apontados ainda na primeira parte, por intermédio de Razaq e Mário), que assim voltam a assumir a liderança do Girabola, com 43 pontos conquistados e dois de vantagem para o rival Petro.

Num duelo bastante intenso, o D’Agosto levou a melhor sobre o Petro no dérbi de Luanda
Fonte: Girabola ZAP

O Interclube aproveitou o desaire do Petro para subir um lugar na classificação. Num jogo que apenas se disputou no dia 24 (terça-feira), os comandados de Paulo Torres receberam e bateram o Sporting de Cabinda com um golo solitário de Mano, logo no início do encontro. Graças ao triunfo, os “Polícias” ultrapassaram a equipa petrolífera e estão na vice-liderança com 42 pontos.

O Kabuscorp voltou a perder fora. Nesta ronda, os homens do bairro do Palanca foram até ao terreno do Sagrada Esperança e saíram derrotados pela margem mínima – o único tento do encontro foi da autoria de Etson. Com este desaire, o Kabuscorp está atualmente no décimo lugar, com 26 pontos conquistados em 25 jornadas já disputadas.

O jogo com maior número de golos da jornada disputou-se no Bengo. O Rec. Libolo foi até à casa do Domant FC e teve uma partida bastante complicada: a equipa do Calulo esteve a perder por 2-0, mas conseguiu alcançar o empate a três minutos do fim do encontro, graças ao golo de Magrão. O ponto conquistado fora em nada altera a situação classificativa da turma libolense, que mantém o sétimo posto.

Nos outros jogos, o FC Casa Militar venceu em casa a Académica do Lobito por 2-0 e o Recreativo da Caála ganhou uma nova esperança na luta pela manutenção, graças ao triunfo por uma bola a zero sobre o 1.º de Maio de Benguela. Progresso do Sambizanga e Bravos do Maquis não desfizeram o nulo no marcador durante a partida inteira.

Em jeito de balanço, podemos concluir que o 1.º de Agosto conseguiu dar uma excelente resposta à série menos positiva de resultados e conquistou uma vitória importante rumo à conquista do tricampeonato. Será que o título já está entregue ou haverá ainda algum “golpe de teatro” no topo da classificação no que falta jogar no Girabola’18? Irá descobrir-se nas próximas jornadas!

Foto de capa: Girabola 

Comentários