Em fim-de-semana de Páscoa, o Girabola não parou e jogou-se a oitava jornada. Apesar da quadra festiva, esta ronda foi muita escassa em golos (apenas 10 golos marcados nos oito jogos disputados), o que, de certo modo, empobrece o futebol angolano. Em seguida, uma análise aos jogos disputados da jornada.

O jogo grande da jornada opôs frente-a-frente dois candidatos: o Recreativo do Libolo recebeu o 1.º de Agosto. Na Vila de Calulo, num jogo bastante intenso do início ao fim, nenhuma das equipas teve o engenho e a perspicácia necessárias para marcar, e o jogo terminou com um nulo no marcador. Com este resultado, o Libolo está há três jogos seguidos sem conseguir vencer para o campeonato.

Anúncio Publicitário

O Petro de Luanda conquistou mais três pontos. Na visita ao JGM do Huambo, o conjunto de Beto Bianchi não teve uma partida nada fácil, muito por culpa da vontade do clube caseiro em querer vencer pela primeira vez para o campeonato, mas ainda assim conseguiu vencer, graças ao golo solitário do avançado brasileiro Tiago Azulão, apontado já nos últimos 10 minutos de jogo. Convém notar que o Petro é a única equipa que ainda não perdeu no campeonato!

O Kabuscorp sofreu a sua terceira derrota no Girabola. A jogar em casa, os comandados de Sérgio Traguil foram surpreendidos pelo pragmatismo do Desportivo da Huíla, que se apresentou bastante coeso durante grande parte do encontro. Já na segunda parte, a equipa visitante chegou ao golo da vitória, por intermédio de Lionel. Com este triunfo, o único representante da província da Huíla passou a somar 12 pontos e está nos lugares cimeiros da classificação.

No jogo grande da jornada, Rec. do Libolo e 1.º de Agosto não foram além de um empate a zero
Fonte: CD 1º Agosto

O Interclube voltou a perder. A jogar na casa da Académica do Lobito, os comandados de Paulo Torres tentavam regressar aos triunfos, após a surpreendente derrota sofrida em casa, na jornada anterior. Contudo, os “Estudantes” exibiram-se a um bom nível frente aos “Polícias”, e venceram o jogo por 2-1. Apesar do desaire, o Interclube mantém-se no topo da classificação.

Nos restantes encontros, o Sporting de Cabinda bateu em casa o Domant FC pela margem mínima (1-0), o Progresso do Sambizanga e Recreativo da Caála empataram a um golo, resultado idêntico ao que se verificou no embate entre o 1.º de Maio de Benguela e FC Casa Militar. Bravos do Maquis e Sagrada Esperança não desfizeram o nulo no marcador, no final do encontro.

Em conclusão, esta não foi uma boa jornada para os amantes do “Futebol Espetáculo”, devido aos poucos golos marcados nos diferentes jogos. Creio que, na próxima ronda, a história será totalmente diferente, e os avançados irão estar mais inspirados na hora de finalizar. O certo é que depois de uma Páscoa escassa em golos, os adeptos anseiam por uma jornada repleta de golos!

 

Foto de capa: C.D. 1.º de Agosto