Quem pára o Bayer Leverkusen?

    A invencibilidade do Leverkusen, estreante campeão alemão, parece estar para durar, e Xabi Alonso é o homem certo no clube certo.

    Antes de começar a falar sobre o tema deste artigo, começo por colocar uma questão a mim mesmo. Que raio de benfiquista sou eu, que desconhecia o recorde de invencibilidade do meu clube na Europa, com 48 jogos consecutivos sem conhecer o sabor da derrota em todas as competições, entre 1963 e 1965. Pois foi preciso um clube alemão ameaçar bater esse recorde, para ter conhecimento desse feito que o Benfica alcançou no século passado. Qual Real Madrid, Arsenal ou Manchester City. A equipa sensação desta época chama-se Bayer “Neverlusen”, perdão, Bayer Leverkusen.

    São já 50, os jogos sem perder que os novos campeões alemães têm no registo esta temporada. A última vítima foi o Bochum, que foi despachado por 5-0, e curiosamente, foi frente ao Bochum que o Bayer Leverkusen foi derrotado pela última vez, mais precisamente no dia 27 de maio de 2023, ou seja, há praticamente um ano. Daí para cá, 41 triunfos e nove empates em todas as provas, e ninguém parece ser capaz de travar esta máquina bem oleada que Xabi Alonso construiu. O técnico espanhol de 42 anos conseguiu montar uma equipa bastante coesa e competitiva, e é o principal obreiro desta fantástica campanha que culminou, para já, com a conquista inédita da Bundesliga, e quer torná-la perfeita com a Liga Europa e a Taça da Alemanha, cujas finais estão marcadas para os dias 22 e 25 de maio respetivamente.

    Xabi Alonso é o principal responsável pela fantástica época do Bayer Leverkusen
    Xabi Alonso é o principal responsável pela fantástica época do Leverkusen Fonte: Bayer Leverkusen

    Não existe qualquer segredo em particular para todo este sucesso, mas o futebol praticado pelo Bayer Leverkusen empolgou logo desde o início, e com o passar do tempo era notório que estávamos perante um conjunto que queria fazer história. Xabi Alonso adotou um esquema tático baseado num 3-4-3, quando a equipa está a atacar, e num 5-4-1, quando está em processo defensivo. O estilo de jogo, algumas vezes a fazer lembrar o tiki-taka do “Barça” de Guardiola, tem entusiasmado os adeptos, que andam eufóricos com tudo o que está a acontecer.

    Alejandro Grimaldo, ex-jogador do Benfica, está a realizar a melhor época da carreira, tendo já superado os números da temporada passada ao serviço das águias. O defesa-esquerdo espanhol tem sido preponderante nesta formação orientada pelo seu compatriota, que se apresenta sem grandes estrelas de renome, mas obviamente há que destacar jogadores como Granit Xhaka, Florian Wirtz (uma agradável surpresa) e Victor Boniface, o melhor marcador da equipa. Xabi Alonso tem consigo um leque de jogadores que o entendem na perfeição e isso é recíproco, o que pode ser a chave desta longa e quase interminável série de imbatibilidade.

    Todos os campeões têm a sua estrelinha, aquela sorte que de vez em quando é preciso quando a coisa está a correr mal, e o Bayer Leverkusen tem usado e abusado desse fator durante esta época. Em muitos jogos em que a derrota ou o empate parecia ser um dado quase adquirido, os farmacêuticos conseguiram marcar sempre nos últimos minutos, e até mesmo para além do tempo regulamentar. Se tem havido ou não alguma intervenção divina, não faço ideia, mas isto começa-me a cheirar que tem o dedo daquele Senhor lá de cima.
    Se há casas de apostas a lançar sobre quem será a primeira equipa a bater a formação germânica esta época, não devem ser muitos os que querem entrar nessa loucura, pois apostar contra o Bayer Leverkusen nos dias que correm, é a mesma coisa que dizer: “lá se foi o meu dinheirinho”. Com mais três partidas por realizar, resta saber se esta invencibilidade termina já nas próximas semanas, ou se teremos de aguardar até à próxima temporada, para encontrarmos, finalmente, alguém capaz de vencer esta brilhante turma dos farmacêuticos, que está muito perto de tirar um 20 neste ano letivo 2023/2024.
    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    Rui Alves Maria
    Rui Alves Mariahttp://www.bolanarede.pt
    O Rui é natural de Tavira. Desde 2003 que a sua residência é em Odivelas e com essa deslocação teve a oportunidade de frequentar e concluir um Curso Profissional de Técnicas Jornalísticas. O jornalismo foi sempre a sua paixão desde muito cedo e o seu gosto pela escrita foi acompanhando essa mesma paixão. No entanto, é no jornalismo desportivo que se sente mais à vontade para desenvolver todas as suas capacidades.