logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

FC Barcelona jogadores

FC Barcelona 1-0 Sevilha FC: Catalães vencem e assumem o segundo lugar do campeonato

A CRÓNICA: UM RASGO DE MAGIA PARA QUEBRAR A MURALHA ANDALUZ

O FC Barcelona recebeu o Sevilha FC, no jogo cabeça de cartaz da jornada 30 da Liga Espanhola. Com o segundo lugar em disputa, este encontro deixava água na boca para o grande duelo em perspetiva.

Num primeiro tempo equilibrado, as oportunidades de golo escassearam para ambos os lados, mas foi o Barcelona quem se apresentou num melhor nível, mostrando mais argumentos para levar perigo junto à baliza adversária. Ainda assim, o Sevilha foi sendo uma equipa organizada defensivamente, capaz de controlar com eficácia as investidas dos catalães.

Já no segundo tempo, a história foi diferente, pelo menos ao nível das oportunidades de golo criadas. O Barcelona continuou a estar por cima do encontro, sempre mais atrevido ofensivamente. Já o Sevilha, manteve o foco na organização defensiva, apenas procurando o golo em momentos de contra-ataque.

A primeira grande chance de golo surgiu da cabeça de Piqué, à passagem do minuto 69, mas a bola embateu na barra da baliza defendida por Bounou. Quatro minutos depois, o Barcelona acabaria mesmo por abrir o marcador, por intermédio de Pedri, que assinou uma autêntica obra de arte, para ver e rever. Até ao final da partida, o Barça continuou a dominar o encontro e impediu qualquer resposta adversária, o que culminou na conquista dos três pontos.

Assim, com este triunfo, o Barcelona chega aos 57 pontos na tabela classificativa, ultrapassando o Sevilha no segundo lugar, ainda que em igualdade pontual com a equipa da Andaluzia.

 

A FIGURA

Ousmane Dembélé – O extremo francês ganhou uma nova vida em Barcelona, pelas mãos de Xavi Hernández, e voltou, mais uma vez, a mostrar toda a sua qualidade, tendo sido, a meu ver, o melhor em campo nesta partida, ainda que Pedri tenho sido o “homem do jogo”. Um dos mais desequilibradores do lado catalão, desde aos duelos individuais, aos movimentos de rutura, até aos cruzamentos, o internacional galês mostrou-se em grande nível.

 

O FORA DE JOGO

Lucas Ocampos – O internacional argentino foi, na minha opinião, o elo mais fraco no encontro, tendo também sido um pouco prejudicado com a falta de caudal ofensivo da equipa do Sevilha. Ainda assim, sempre que teve a bola, não foi feliz na definição, tendo cometido bastantes erros individuais.

 

ANÁLISE TÁTICA – FC BARCELONA

Os pupilos de Xavi Hernández dispuseram-se em campo num sistema tático em 4-3-3. Com destaque para a presença de Osmane Dembélé e Aubameyang na frente de ataque, com a companhia de Ferrán Torres, o FC Barcelona foi sendo sempre a equipa mais perigosa ao longo da partida, ainda que tenha faltado eficácia na finalização. O domínio catalão foi crescendo, e as oportunidades de golo foram aparecendo, principalmente na segunda parte. A reação rápida à perda da posse de bola e as linhas subidas foram determinantes para a vitória dos caseiros no encontro.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

ter Stegen (7)

Alves (6)

Araujo (6)

Piqué (6)

Alba (7)

de Jong (7)

Busquets (9)

Pedri (8)

Dembélé (6)

Aubameyang (6)

Torres (6)

SUBS UTILIZADOS

Gavi (6)

Depay (6)

Nico (6)

 

ANÁLISE TÁTICA – SEVILHA FC

Os comandados de Julen Lopetegui alinharam num dispositivo tático base em 4-2-3-1. Os visitantes mostraram imensas dificuldades ofensivas, principalmente no primeiro tempo, sendo quase incapazes de realizar transições ofensivas. Ainda assim, a organização defensiva blanquirroja foi-se notando impecável, até ao momento do golo do encontro. A formação andaluza foi dominada pelos catalães, domínio esse que foi crescendo a cada minuto da partida, e que o Sevilha FC não conseguiu contrariar.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Bounou (7)

Navas (6)

Carlos (7)

Koundé (7)

Rekik (7)

Rakitić (6)

Gudelj (6)

Jordán (7)

Lamela (6)

Martial (6)

Ocampos (6)

SUBS UTILIZADOS

Corona (6)

En-Nesyri (6)

Montiel (6)

Mir (-)

Augustinsson (-)

Licenciado em Comunicação Social, o Pedro procura construir os alicerces de uma futura carreira como jornalista desportivo. Apaixonado por futebol, nunca diz que não a uma boa partida do desporto rei.

Licenciado em Comunicação Social, o Pedro procura construir os alicerces de uma futura carreira como jornalista desportivo. Apaixonado por futebol, nunca diz que não a uma boa partida do desporto rei.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA