ÚLTIMA HORA:

Atlético Madrid x Real Madrid

Real Madrid CF x Club Atlético de Madrid: Em pleno dezembro, a capital espanhola vai aquecer

Liga Espanhola, Jornada 17: domingo, 20h00, 12 de dezembro de 2021 

ANTEVISÃO: CONTINUIDADE PARA O REAL, TUDO OU NADA PARA O ATLÉTICO

Dez pontos e três posições separam os rivais de Madrid em vésperas de mais um dérbi. Durante muitos anos o “Atleti” foi o parente pobre do Real Madrid, que vivia na sombra das conquistas e das contratações galácticas do rival. Hoje, a história é diferente, mas para os adeptos do Atlético de Madrid há sempre a vontade de o continuar a provar. Este domingo, defrontam-se um Real Madrid em ascensão e um Atlético que teima em ser titubeante.

OS MERENGUES PODEM APROVEITAR O DÉRBI PARA REFORÇAR A LIDERANÇA. SERÁ QUE VÃO VENCER? APOSTA JÁ NA BWIN.PT!

Depois de uma época 2020/2021 sem títulos e marcada por uma série de exibições pálidas dos “merengues”, Florentino Pérez decidiu resgatar o velho conhecido Carlo Ancelotti. O experiente técnico italiano foi o obreiro de “La Décima”, em 2014, e hesitou em trocar um desamparado projeto do Everton FC por um regresso ao Santiago Bernabéu.

Meio ano depois, a aposta parece estar a dar frutos. O Real Madrid segue isolado na liderança da liga, venceu o grupo da Liga dos Campeões e regressou a um nível exibicional que na época passada parecia uma miragem. Para além disso, o italiano parece estar a conseguir tirar proveito de jogadores como Vinícius Júnior, Éder Militão ou Asensio e até os esquecidos Luka Jovic e Gareth Bale (pode regressar de lesão hoje) já apareceram a marcar. A defesa, que muitos julgavam demasiado curta, é a terceira menos batida do campeonato e os 37 superam em dez o segundo melhor ataque.

Do outro lado, há um Atlético que é campeão em título, mas que padece de um problema crónico de irregularidade exibicional. O que é certo é que o estilo de jogo de Simenone vai convencendo com vitórias … há quase dez anos. Esta época não tem sido brilhante, o que se reflete nos dez pontos de desvantagem para os “merengues” – com um jogo a menos. No percurso, incluem-se derrotas perante o Deportivo Alavés e o RCD Mallorca e já cinco empates.

As próximas semanas são absolutamente decisivas para os “colchoneros”. Depois da “batalha” vencida no Dragão, seguem-se três jogos seguidos fora de casa: Real Madrid, Sevilla FC e CF Granada (o tal jogo em atraso). Quer isto dizer que os homens de Siemeone só dependem de si para passar o Natal a quatro pontos do Real. Ao mesmo tempo, e na pior das hipóteses, podem ficar a 19 pontos dos rivais. Um intervalo de 15 pontos que vai fazer a diferença para as contas finais.

Como se não bastasse, o plantel de Simeone continua a ser fustigado por lesões. Os centrais Gimenez e Savic não jogam e Luís Suarez está em dúvida. Não quero, de todo, dizer que o Real Madrid é um favorito claro. Um dérbi é sempre um dérbi e se há equipa capaz de dar a volta nas situações mais desfavoráveis é o Atlético de Madrid. Com o carismático Mateu Lahoz no apito, estão reunidas condições para uma noite escaldante em Madrid.

 

10 DADOS RÁPIDOS

  1. Real Madrid e Atlético de Madrid já se defrontaram 227 vezes.
  2. Os “merengues” somam 113 vitórias, contra 56 dos “colchoneros” e 58 empates.
  3. O saldo é ainda mais desequilibrado quando o Real joga como visitado. 69 vitórias, contra apenas 16 do Atlético de Madrid.
  4. O último triunfo do Atlético de Madrid no Santiago Bernanbéu foi em fevereiro de 2016, com um golo solitário de Griezmann.
  5. Esta temporada apenas uma equipa conseguiu ganhar na visita ao Real Madrid: o FC Sheriff.
  6. A longevidade é uma característica comum aos dois plantéis. Há 17 jogadores que estão ligados ao clube há pelo menos cinco anos.
  7. No Real Madrid são 11: Carvajal, Nacho, Marcelo, Casemiro, Kroos, Modric, Isco, Asensio, Lucas, Bale e Benzema.
  8. No Atlético são seis: Oblak, Gimenez, Savic, Vrsaljko, Koke e Correa
  9. Carlo Ancelotti e Diego Simeone já defrontaram em 15 ocasiões.
  10. O argentino leva vantagem, com seis vitórias contra cinco do italiano e quatro empates.

 

JOGADORES A TER EM CONTA

Vinicius Júnior – Com 12 golos e cinco assistências até ao momento, o jovem brasileiro já pulverizou todos os seus registos desde que chegou ao Real Madrid em 2018. Finalmente, parece estar a corresponder às expetativas e está em vias de negociar um novo contrato. Este dérbi é o palco ideal para provar que também pode ser decisivo nos grandes jogos.

 

Antoine Griezmann – Aos poucos, o francês vai recuperando a confiança dos adeptos “colchoneros”, depois de um regresso conturbado. Os números – sete golos e duas assistências, em 17 jogos – são razoáveis e golo ao FC Porto na quarta servir para aumentar os níveis de confianças. Marcar no Santiago Bernabéu seria uma excelente forma de dar continuidade ao bom momento.

 

XI’S PROVÁVEIS

Real Madrid CF – Courtois; Carvajal, Éder Militão, Alaba, Ferland Mendy; Casemiro, Kroos, Modric; Asensio, Benzema, Vinícius Júnior

Treinador: Carlo Ancelotti

“É claro que o aspeto emocional de um dérbi vai contar, mas no final são só mais três pontos. Há mais pressão na equipa, os adeptos sentem o jogo de uma forma particular e o nosso trabalho é ganhar e dar essa alegria à ‘afición’”.

 

Club Atlético de Madrid – Oblak; Kondogbia, Felipe, Hermoso; Llorente, Koke, De Paul, Lemar, Carrasco; Correa, Grizemann

Treinador: Diego Simeone

“É um jogo importante contra o nosso rival, que está a atravessar uma ase muito boa. Desde a chegada do Ancelotti que têm demonstrado uma grande solidez defensiva, que lhes permite potenciar a parte ofensiva. Se lhes quisermos ganhar, vamos ter de levar o jogo para onde queremos”.

 

REAL MADRID CF 2-1 CLUB ATLÉTICO DE MADRID

Componente 5 – 1 (1)

Frequentador de estádios e consumidor de bifanas desde os 5, aprendeu cedo que é melhor a ver do que a jogar futebol. Aos 22, estuda Jornalismo e vai escrevendo sobre os jogos que valem o preço do bilhete e as estórias que só se ouvem no bar, ao intervalo.                                                                                                                                                 O Vasco escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Frequentador de estádios e consumidor de bifanas desde os 5, aprendeu cedo que é melhor a ver do que a jogar futebol. Aos 22, estuda Jornalismo e vai escrevendo sobre os jogos que valem o preço do bilhete e as estórias que só se ouvem no bar, ao intervalo.                                                                                                                                                 O Vasco escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA

  • 00DIAS
  • 00HORAS
  • 00MINUTOS
  • 00SEGUNDOS
FC PORTO x ESTORIL PRAIA
SPORTING CP x SANTA CLARA
PAÇOS FERREIRA x SL BENFICA