A CRÓNICA: VITÓRIA AMARGA PARA O PARIS SAINT-GERMAIN FC

Paris Saint-Germain FC e Stade Brestois 29 entraram em campo com muito para ganhar, mas o jogo esteve longe de refletir a emoção de uma última jornada. No final, o PSG fez o suficiente (e nada mais) para vencer, mas teve de se contentar com o segundo lugar, perante a vitória do Lille OSC em Angers. Pelo contrário, o Brest beneficiou da derrota do FC Nantes para escapar ao play-off de descida.

Anúncio Publicitário

A precisar da vitória para ter hipótese de subir ao primeiro lugar, foi o Paris Saint-Germain a tomar conta da iniciativa de jogo. Do outro lado, estava um Stade Brestois 29 (mais conhecido por Brest) ainda envolvido na luta pela manutenção. Como seria de esperar, os da casa procuraram arrefecer a escalada ofensiva do PSG e aproveitar uma ou outra transição rápida. O resultado foi uma primeira parte morna, a fazer lembrar um daqueles jogos “para cumprir calendário”.

O primeiro motivo de destaque veio ao minuto 19’, quando Neymar falhou uma grande penalidade. O astro brasileiro tentou colocar a bola no canto inferior direito, mas atirou alguns centímetros para lá da baliza à guarda de Larsonneur. Mesmo a manter o domínio da posse de bola, um apático PSG teve sempre dificuldades em criar perigo e ia permitindo algumas investidas do adversário.

Os parisienses acabaram por chegar ao 1-0, que vigorava ao intervalo, na sequência de um canto. A bola batida por Di Maria desviou em Romain Faivre, ganhou uma trajetória traiçoeira e acabou no fundo das redes. Autogolo do médio francês à passagem do minuto 37.

A segunda parte foi um espelho da primeira. O PSG dominava o jogo, mas raramente conseguiu dar trabalho ao guardião da casa. Apesar da aparente falta de motivação, a qualidade dos parisienses acabou por sobressair com naturalidade. O 2-0 chegou pelos pés de Mbappé aos 71 minutos. Pelo meio, o Brest ainda chegou a ameaçar a baliza de Keylor Navas, mas nem Charbonnier nem Mounier tiveram engenho para finalizar.

No final, e apesar da derrota, foram os jogadores da casa a festejar a manutenção. Do outro lado, o PSG despede-se de uma época amarga com dois títulos no bolso (Supertaça e Taça), mas com os objetivos principais por cumprir.

 

A FIGURA

Angel Di Maria – Num jogo pouco dado a figuras de destaque, a escolha recai sobre Di Maria. Mesmo sem registar uma grande exibição, o argentino somou alguns pormenores que atestam a sua qualidade. Ganhou a grande penalidade falhada por Neymar e marcou o canto que deu origem ao primeiro golo.

 

O FORA DE JOGO

Apatia parisiense – A exibição em modo “q.b.” do Paris Saint-Germain, mostrou uma equipa que parecia conformada com o segundo lugar, desde o início do jogo.

 

ANÁLISE TÁTICA – PARIS SAINT-GERMAIN FC

Sem grande surpresa Mauricio Pochetinno apresentou um 4x2x3x1 de pendor muito ofensivo. No meio-campo, Danilo Pereira foi o homem mais recuado, com Herrera e Rafinha a servir de elementos mais polivalentes. O lateral direto Dagba apareceu sempre muito projetado na frente, o que lhe permitiu criar alguns desiquilibrios no último terço. Ainda assim, essa propensão atacante deixou algum espaço no corredor que foi sendo explorado pelos homens do Brest. Na frente, Mbappé jogou como elemento mais adiantado, com Neymar e Di Maria com maior liberdade.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Keylor Navas (6)

Dagba (6)

Marquinhos (6)

Kimpembe (5)

Abdou Diallo (5)

Danilo Pereira (6)

Herrera (5)

Rafinha (4)

Di Maria (7)

Neymar (5)

Mbappe (6)

SUBS UTILIZADOS

Icardi (4)

Gueye (5)

 

ANÁLISE TÁTICA – STADE BRESTOIS 29

O Brest montou um 4x2x3x1 muito fechado. A estratégia dos homens de treinador passava por conter as investidas dos homens do PSG e aproveitar o espaço deixado pelos parisienses para tentar surpreender com transições rápidas. Ainda assim, a equipa não mostrou argumentos suficientes para segurar a qualidade superior do PSG.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Larsonneur (7)

Faussurier (6)

Chardonnet (6)

Jean Duverne (5)

Romain Perraud (6)

Hugo Magnetti (5)

Belkebla (4)

Romain Faivre (4)

Franck Honorat (3)

Charbonnier (6)

Steve Mounie (4)

SUBS UTILIZADOS

Jean Lucas (3)

Cardona (3)

Baal (-)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome