Anúncio Publicitário

A CRÓNICA: JOGO DE CLASSE DOS “FOXES”

As duas equipas entraram em campo sabendo que o seu momento de forma teria obrigatoriamente de melhorar, pois os seus últimos resultados não vinham sendo positivos. Era o Leicester City FC quem começava melhor a partida, sendo mais pragmático e a surgir mais perto da área, quase sempre através de jogadas criadas por Ihenacho. No entanto eis que Greenwood foi buscar inspiração e força, marcando um golaço através de um remate fortíssimo de fora de área que nem Schmeichel voando lá chegava.

Anúncio Publicitário

O Leicester procurava responder e quase sempre através da ala direita e é daí que nasce a igualdade com um golo delicioso de Tielmans, num momento em que Maguire “adormece” e perde a bola originando um golo de classe que abriu de novo o resultado.

A segunda parte começou da mesma forma que a primeira acabou, com um Leicester mais ativo e com um jogo mais construído que o Manchester United, que ia falhando a nível defensivo e parecia sempre incerto.

O Leicester City FC quase que marcava novamente através de Tielmans, sendo apenas impedido por De Gea e uma excelente defes. No entanto o golo acabaria por aparecer logo a seguir através de Soyuncu numa recarga de um lance de canto.

O Manchester United FC não queria entregar a derrota e Lindelof com um passe incrível coloca a bola em Rashford que faz o golo. A questão é que se ainda se celebrava o golo e eis que o Leicester não desistiu e marca ainda dois golos vindos de bola parada, um para Vardy e outro para Daka.

Ainda não foi desta vez que o Manchester United FC jogou de acordo com os seus valores individuais, parecendo sempre perdido em campo e sem direção. Algo que o Leicester City FC mostrou como se faz e aproveitou para retomar a melhor forma de maneira eximia e com uma exibição de luxo.

 

A FIGURA

Youri Tielmans – Poderia ser Ihenacho devido ao trabalho que sempre deu à defesa adversária, no entanto foi Tielmans quem marcou o golo e continuou sempre a ser responsável pelas chegadas à área por parte do Leicester City FC, quer fosse através de remates quer através de passes. Foi uma dor de cabeça no meio campo e foi mais uma exibição de classe coroada por um golo elegante e que deve ser visto e revisto.

 

O FORA DE JOGO

Harry Maguire – Um jogo para esquecer. Ihenacho fez o que quis dele e pareceu sempre ausente. Foi responsável direto por um dos golos e ainda é ele quem coloca em jogo Soyuncu durante o golo. Maguire sentiu a falta de Varane e pecou imenso com erros infantis e que valeram os golos do Leicester.

 

ANÁLISE TÁTICA – LEICESTER CITY FC

Rodgers apostou num 3-5-2 com Vardy e Ihenacho na frente acompanhados por Maddison nas costas. O Leicester City FC optou por entrar com três defesas centrais, adaptando Amartey, de forma a defender com mais homens a ofensiva perigosa do Manchester United FC e resultou bem essa escolha, pois permitiu bloquear as bolas bombeadas impedindo que o Manchester United FC tivesse espaço nas costas da defesa.

11 INICAL E PONTUAÇÕES

Schmeichel (7)

Soyuncu (7)

Evans (6)

Amartey (6)

Ricardo Pereira (6)

Castagne (6)

Soumaré (6)

Tielmans (8)

Maddison (6)

Ihenacho (8)

Vardy (7)

SUBS UTILIZADOS

Ayoze Pérez (7)

Daka (7)

Vestegaard (6)

 

ANÁLISE TÁTICA – MANCHESTER UNITED FC

A equipa de Manchester optou por não fazer alterações a nível tático, deixando o seu habitual 4-2-3-1 em que Ronaldo ia variando com Greenwood nos espaços centrais e extremos.

Matic e Sancho foram as duas novidades relativamente ao último jogo frente ao Everton FC.

O Manchester United FC pareceu sempre meio perdida enquanto equipa, vivendo apenas dos seus valores individuais. O meio campo tão solto permitiu que os dois avançados do Leicester City FC tivessem muitas vezes sozinhos frente aos defesas dos “Reds”.

11 INICAL E PONTUAÇÕES

De Gea (7)

Wan-Bissaka (5)

Lindelof (6)

Maguire (3)

Shaw (5)

Pogba (4)

Matic (5)

Bruno Fernandes (5)

Greenwood (7)

Sancho (4)

Cristiano Ronaldo (5)

SUBS UTILIZADOS

Rashford (7)

McTominay (5)

Lingard (5)

Anúncio Publicitário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome