logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

SSC Napoli jogadores

AC Milan 1-2 SSC Napoli: Jogo confuso em San Siro

A CRÓNICA: NAPOLITANOS VENCEM EM MILÃO

Em San Siro, assistimos a uma primeira parte em que AC Milan e SSC Napoli “encaixaram” muito uma na outra, com poucas oportunidades de golo e com alguma falta de inspiração parte a parte.

Ambas as equipas entraram em campo com um tradicional 4-2-3-1, com dois pivots a tentar “congelar” o jogo adversário. Do lado do AC Milan, a ausência do português Rafael Leão foi mais que notória, especialmente no contra ataque e em toda a manobra ofensiva da equipa, que esteve muita “presa” nos movimentos e sem inspiração nenhuma. Já no lado napolitano, a equipa de Spaletti fez um jogo de sacrifício e de esforço constante, com rasgos de brilhantismo de dois ou três protagonistas no esquema do técnico italiano.

A segunda parte abriu praticamente com o golo do Napoli, que teve origem numa grande penalidade cometida pelo recém-entrado Dest, que permitiu que Politano desse vantagem à equipa do Napoli. Giroud empatou a partida aos 69 minutos de jogo, depois de um grande cruzamento de Theo Hernandéz, num dos muitos ataques de perigo protagonizados pelo lateral francês do AC Milan. Aos 78 minutos, porém, Giovanni Simeone deu a vitória aos “partenopei”, que sobem assim ao primeiro lugar da Liga Italiana.

 

A FIGURA

Khvicha Kvaratskhelia – Hoje não assistimos a um jogo em que os principais protagonistas estiveram todos a um nível semelhante, pelo que escolher uma figura maior não foi propriamente uma tarefa fácil. Ainda assim, a minha escolha recaiu na principal figura do Napoli nos últimos tempos.

Aos 21 anos, Kvaratskhelia está, aos poucos, a assumir-se como a grande figura emergente no emblema napolitano. Rápido, fortíssimo no contra ataque e na procura de espaços livres para progredir como bola, fez a cabeça em água a Calabria e “cavou” o penálti que permitiu a Politano fazer o primeiro golo do jogo. Custou apenas 11 milhões de euros à turma de Spaletti, um montante irrisório para o valor real desta pérola.

Estamos na presença de uma jovem esperança do futebol da Geórgia, que promete dar que falar, e muito, num futuro próximo.

 

O FORA DE JOGO

Giacomo Raspadori – O avançado no Napoli, simplesmente, não se viu em campo. Habituado a atuar sobre as faixas do ataque, foi no eixo central que o italiano se fixou, permitindo que Kvaratskhelia e Politano assumissem as posições de extremos da equipa napolitana.

Hoje, o jovem italiano foi um fantasma em campo e saiu para dar lugar a Simeone, aposta mais do que ganha, com o jovem argentino a marcar o golo da vitória e a dar os três pontos ao Napoli.

 

ANÁLISE TÁTICA – AC MILAN

Stefano Pioli apresentou o seu esquema habitual, com a ausência de peso de Rafael Leão no onze “rossoneri”. Tonali e Bennacer foram os médios mais recuados da formação do Milan, responsáveis por bloquear a linha média dos comandados de Spaletti. Krunic e Saelemaekers tomaram conta das faixas, deixando De Ketelaere no apoio direto ao veterano Olivier Giroud. No esquema do Milan faltou, essencialmente, a criatividade e explosão de Rafael Leão, assim como a velocidade na saída para o ataque, cabendo muitas das vezes aos laterais, cumprir este papel no ataque “rossoneri”.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

MAIGNAN (7)

CALABRIA (5)

KJAER (6)

TOMORI (6)

HERNANDÉZ (7)

BENNACER (6)

TONALI (6)

SAELEMAEKERS (4)

DE KETELAERE (5)

KRUNIC (4)

GIROUD (6)

SUPLENTES UTILIZADOS

KALULU (6)

DEST (4)

BRAHIM DIAZ (5)

MESSIAS (3)

ADLI (3)

 

ANÁLISE TÁTICA – SSC NAPOLI

Assim como o AC Milan, o Napoli também se apresentou num 4-2-3-1 típico. Os dois médios mais defensivos, Anguissa e Lobotka, deram um pulmão enorme à equipa de Spaletti e permitiram travar a magia de De Ketelaere e a criatividade de Tonali e Bennacer. No ataque, destaque claro para Khvicha e Simeone, que estiveram nos dois golos napolitanos, e “importunaram” a defesa do Milan com pressões constantes e atrevimento ofensivo.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

MERET (6)

DI LORENZO (6)

RRAHMANI (6)

KIM (6)

MÁRIO RUI (7)

ANGUISSA (6)

LOBOTKA (6)

POLITANO (6)

ZIELINSKI (6)

KVARATSKHELIA (7)

RASPADORI (_)

SUPLENTES UTILIZADOS

SIMEONE (6)

ZERBIN (4)

NDOMBELE (3)

ELMAS (_)

MATHIAS OLIVERA (_)

Licenciado em Comunicação Empresarial e Relações Públicas, é um apaixonado por futebol desde tenra idade. O jovem natural de Tomar, mas residente em Lisboa, é um poço de sonhos por realizar, sendo que ser uma voz ativa no mundo do futebol é um deles! Comunicador, simpático, bem humorado e cheio de energia, assim é o Bernardo! Para solidificar os seus conhecimentos no desporto rei, completou os níveis I e II de Scouting no futebol, para além de uma formação de Team Manager. Atualmente, trabalha no departamento de comunicação internacional de uma grande empresa e divide o seu tempo entre as suas paixões e os seus vícios.

Licenciado em Comunicação Empresarial e Relações Públicas, é um apaixonado por futebol desde tenra idade. O jovem natural de Tomar, mas residente em Lisboa, é um poço de sonhos por realizar, sendo que ser uma voz ativa no mundo do futebol é um deles! Comunicador, simpático, bem humorado e cheio de energia, assim é o Bernardo! Para solidificar os seus conhecimentos no desporto rei, completou os níveis I e II de Scouting no futebol, para além de uma formação de Team Manager. Atualmente, trabalha no departamento de comunicação internacional de uma grande empresa e divide o seu tempo entre as suas paixões e os seus vícios.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA