Juntar-se ao Borussia Dortmund e ao Bayer Leverkusen na perseguição ao Bayern München parece ser o objectivo.

Com os 40 milhões de Euros gastos em Kevin de Bruyne e em Luiz Gustavo (25M€ e 15M€, respectivamente), o Wolfsburg torna claro que ambiciona algo mais do que o meio da tabela.
Depois de se ter sagrado campeão alemão, na época de 2008/09, a equipa, que tinha em Grafite a sua principal referência, desceu de rendimento, tendo ficado apenas dois pontos acima da linha de água, em 2010/11. O Wolfsburg é conhecido por ter sempre grandes avançados, nos últimos anos, como é o caso de Grafite, Dzeko, Dejagah, Obafemi Martins, Mandzukic e, agora, Olic.

Dzeko e Grafite formaram uma dupla demolidora
Dzeko e Grafite formaram uma dupla demolidora / Fonte: futebolalemao.ig.com.br

Dieter Hecking é o actual comandante de uma equipa com velhos conhecidos dos portugueses, como é o caso do guarda-redes e capitão Diego Benaglio. A restante defesa é um misto de juventude (Knoche e Ricardo Rodríguez) e experiência (Naldo e Ochs). A defesa é claramente um dos pontos fracos desta equipa, que sofreu 19 golos em 20 jogos realizados esta época.

O meio campo é fenomenal! Medojevic, Luiz Gustavo e ainda Polak garantem segurança, quer a defender, quer a distribuir, na primeira fase de construção de jogo. Têm à sua frente mais um velho conhecido dos relvados portugueses, Diego, o brasileiro que leva já seis golos em 15 jogos, sem contar com as suas assistências e fintas habituais. Má sorte teve o português Vieirinha, que rasgou o ligamento cruzado do joelho esquerdo e ainda não é conhecida a data de regresso à competição, mas os alemães não deixam de contar com grandes peças para os flancos. Ivan Perisic, de 24 anos, junta no seu currículo passagens pelo Borussia Dortmund e Club Brugges, clubes que são conhecidos pela sua fantástica escola de talentos. Maximilian Arnold, uma das maiores promessas alemãs, tem apenas 19 anos mas já leva quatro golos em apenas 11 jogos; é um jogador a ter em conta para os próximos anos. Mas, apesar de ainda não ter realizado qualquer minuto como jogador do Wolfsburg, a cereja em cima do bolo será a inclusão do belga Kevin de Bruyne. O jogador tem tudo para triunfar nos Wölfes, e bem terá de justificar o investimento!

Diego e Olic entendem-se às mil maravilhas no ataque / Fonte: vfl-wolfsburg.de
Diego e Olic entendem-se às mil maravilhas no ataque / Fonte: vfl-wolfsburg.de

Olic é o nome do goleador desta equipa. Apesar dos seus 34 anos, o experiente croata parece manter a eficácia, demonstrada anteriormente na Bundesliga ao serviço do Hamburgo e do Bayer München.
Alcançar o 3º lugar seria um resultado excelente, e já só estão a três pontos da posição que é actualmente ocupada pelo Borussia Monchengladbach, que joga contra o Bayern, de Guardiola, na próxima jornada. Mas, para lá chegar, têm de ultrapassar também o Borussia Dortmund, que está a apenas dois pontos. Pode facilmente dizer-se que o Wolfsburg atravessa o seu melhor momento: estão invictos há 10 jornadas e, na próxima, recebem o Hannover 96.
Com a chegada de Kevin de Bruyne e de, provavelmente, mais um avançado de qualidade e um defesa, é provável que continuem o bom campeonato que têm feito, o que lhes permitá alcançar o tão desejado lugar que dá acesso à UEFA Champions League.

Feita esta análise, deixo a pergunta: até onde pode ir o Wolfsburg?

Comentários