A CRÓNICA: BASTARAM 45 MINUTOS DEMOLIDORES DE TRÊS CRAQUES

Jogo grande da 15ª Jornada da Primeira Liga Alemã, que opôs um RB Leipzig com o “assalto” ao primeiro lugar no horizonte e um Borussia Dortmund que procurava recuperar fôlego na luta pelo título, com um novo paradigma face ao despedimento de Favre, há cerca de um mês.

A tendência da primeira parte foi de domínio dos “Die Roten Bullen”, com o Dortmund a ter de se defender da melhor forma que conseguia e a ter muito pouco tempo a posse do esférico. No entanto, principalmente na primeira meia hora faltava discernimento no último passe da equipa da casa, bem como presença na área. No entanto, os últimos 15 minutos pertenceram aos visitantes, que através da subida de linhas e da entrada de Can (devido à lesão de Witsel) conseguiram pressionar mais alto no terreno e roubar a iniciativa ao RB Leipzig.

Anúncio Publicitário

Os segundos 45 minutos, face ao que vimos no final da primeira parte, prometiam uma partida mais aberta, com mais oportunidades e mais “bola” perto das duas balizas. Era o que se previa e com razão, com o Borussia Dortmund a ativar os seus três maiores craques (Haaland, Reus e Sancho) aos 54 minutos, com o inglês a finalizar um ataque bem organizado.

Os Die Roten Bullen ficaram tocados com o golo sofrido e passaram por (ainda mais) dificuldades. Os auri-negros continuaram a carregar e o inevitável Erling Haaland, assistido por Sancho aos 68 minutos e por Reus aos 83 minutos dilatou a vantagem para 0-3. A frieza do norueguês em frente à baliza é de facto notável, mas a qualidade de quem assiste também é brutal. Antes, quando estava 0-1, Olmo até podia ter empatado, mas enviou o remate ao poste.

O melhor que a equipa da casa conseguiu fazer foi reduzir por intermédio de Sorloth, mesmo em cima dos 90 minutos. O RB Leipzig falha o tal “assalto” de que falámos ao primeiro lugar e o Borussia Dortmund assume-se como o principal vencedor desta jornada, recuperando pontos a todos os que estão classificados acima de si na tabela da Primeira Liga Alemã.

 

A FIGURA

Segunda parte do Borussia Dortmund – Demolidores. Já tínhamos saudades de ver o clube a jogar da forma como jogou nesta segunda-parte. Pressão alta, recuperação de bola ainda no meio-campo adversário, acutilância atacante… e até quase nos esquecemos da defesa, que esteve muito bem. Hummels para mim foi o melhor em campo (ao longo das duas partes, o mais consistente), mas Haaland, Sancho e Reus abriram o livro no segundo tempo.

 

O FORA DE JOGO

RB Leipzig – Dia para esquecer dos comandados de Nagelsmann, que até começaram bem, mas não souberam lidar com a pressão alta do Borussia Dortmund quando estes começaram a exercê-la. O técnico alemão esteve especialmente mal, sem conseguir mudar o rumo do jogo. Sabitzer, Forsberg desastrados, Poulsen muito mal (nem conseguia dominar a bola em condições). Olmo foi o destaque pela positiva.

 

ANÁLISE TÁTICA: RB LEIPZIG

Julian Nagelsmann entrou para este jogo com aquele que considero ser o seu sistema tático preferido: 3-4-2-1. O alemão opta pelos três centrais mais uma vez, com dois alas muito ofensivos (Angeliño e Adams) e muita qualidade no meio, com um Olmo em super-forma (cria as oportunidades mas também as finaliza) e também o líder desta formação dentro de campo, o “box-to-box” austríaco Sabitzer.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Gulacsi (6)

Halstenberg (6)

Upamecano (7)

Orban (6)

Angeliño (6)

Sabitzer (5)

Haidara (6)

Adams (6)

Olmo (7)

Forsberg (5)

Poulsen (4)

SUBS UTILIZADOS

Sorloth (4)

Klostermann (4)

Hwang (-)

Samardzic (-)

 

ANÁLISE TÁTICA – BVB DORTMUND

Por sua vez, os auri-negros da Westfalia – treinados por Edin Terzic até ao final da temporada – alinham num 4-2-3-1, com o regresso de Haaland (tecnicamente, até já é o segundo jogo) a ser a principal novidade e esperança dos adeptos. Emre Can, que para mim estava a ser dos melhores esta época, fica no banco, com a dupla de centrais a ser entregue a Hummels e Akanji e a dupla de meio-campo ao ex-benfiquista Witsel e Delaney.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Burki (6)

Guerreiro (6)

Akanji (5)

Hummels (8)

Meunier (7)

Witsel (5)

Delaney (7)

Reyna (7)

Reus (8)

Sancho (7)

Haaland (8)

SUBS UTILIZADOS

Can (7)

Zagadou (-)

Brandt (-)

Tigges (-)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome